Conteúdo publicado há 2 meses

Policial da PRF morre em acidente de moto durante serviço de escolta no Rio

Um policial da PRF (Polícia Rodoviária Federal) morreu após sofrer um acidente de moto durante um serviço de escolta na Linha Vermelha, na altura da Maré, na zona norte do Rio, no fim da tarde de ontem.

O que aconteceu

Guilherme Melo da Silva Lima, de 32 anos, conduzia a motocicleta quando se chocou contra a proteção lateral da pista, segundo a Polícia Militar. Policiais militares do BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Expressas) foram acionados para atender a ocorrência de acidente de trânsito com vítima.

O Corpo de Bombeiros também foi chamado e o agente foi socorrido ao Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiu e morreu.

O agente fazia parte da PRF de Goiás e estava no Rio de Janeiro para integrar a equipe de motociclistas da escolta policial no estado para a cúpula do Mercosul.

O policial ingressou na PRF no ano de 2020, em Porangatu, segundo a corporação. Ele fazia parte do grupo de motociclistas da PRF e estava lotado no Núcleo de Operações Especiais de Goiás.

Em nota, a PRF lamentou a morte do agente e manifestou solidariedade para a família, amigos e colegas da vítima. O Ministério das Relações Exteriores também prestou condolências aos familiares do policial.

"Guilherme era um jovem feliz, apaixonado pela PRF, amado por todos, estrela alta e um profissional exemplar. Estamos de luto. É uma perda irreparável para família, amigos, colegas e todos que tiveram a oportunidade de conhecê-lo", escreveu o SinPRF-GO (Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado de Goiás) no Instagram.

Não há informações sobre o velório e sepultamento do agente.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes