Conteúdo publicado há 1 mês

Helicóptero cai em São Paulo e deixa ao menos sete feridos

Um helicóptero modelo Esquilo B3 caiu em Barueri (SP) na tarde desta terça-feira (20). Não há óbitos até o momento. As informações são do Corpo de Bombeiros de São Paulo.

O que aconteceu

Sete pessoas estavam na aeronave e foram socorridas com vida. Eram duas crianças, duas mulheres e três homens, segundo o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura de Barueri.

O piloto foi levado pelo helicóptero Águia para o Hospital das Clínicas, na capital. Ele estava preso às ferragens, foi retirado e estabilizado com lesão na perna e fratura no fêmur.

As outras seis vítimas foram socorridas hospitais em Barueri. Os pacientes foram encaminhados para as unidades Pronto-Socorro Central, Pronto-Socorro do Engenho Novo e Pronto-Socorro Intermédica.

Uma mulher teve fraturas nas costelas e diversas lesões na face. Um homem com parada cardiorrespiratória foi atendido pelos bombeiros e teve a situação revertida. As crianças foram levadas conscientes para atendimento e passam bem, afirmou o Coronel Roberto Lago, coordenador da Defesa Civil de Barueri, ao SP2, da TV Globo.

Até a manhã desta quinta-feira (21), dois pacientes foram transferidos de hospitais, um deles está em estado grave. A primeira vítima foi levada do Hospital Municipal de Barueri para o Hospital Samaritano de helicóptero. A segunda foi levada do Pronto-socorro Central ao Hospital Municipal de Barueri. Ambos estão na UTI.

Aeronave caiu perto de um ponto de ônibus

Um helicóptero com sete pessoas a bordo caiu no final da tarde desta terça-feira (20)
Um helicóptero com sete pessoas a bordo caiu no final da tarde desta terça-feira (20) Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Os bombeiros foram acionados para a queda de uma aeronave às 16h20. A queda aconteceu na Avenida Marco, no bairro Chácaras Marcona, altura do número 30, próximo a um mercado. Nove viaturas e dois helicópteros foram empenhados para a ocorrência.

Continua após a publicidade

Testemunhas ouviram um estrondo e saíram correndo. A aeronave caiu perto de um ponto de ônibus, onde estavam muitas pessoas, segundo contou Ivanildo Alves da Silva, que presenciou a cena, ao UOL. Ele acrescentou que não houve fogo, apenas uma fumaça rápida, e que as autoridades chegaram rapidamente.

O motoboy Luciano Almeida estava em casa quando testemunhou a queda do helicóptero. "A gente viu a aeronave com problemas, tentando pousar. Só que houve uma explosão antes de ela pousar. Nós ouvimos e vimos a explosão antes de pousar. Ele arremeteu a aeronave e passou por cima da nossa residência. Ele não girou. Ele já veio meio inclinado", relatou.

Ainda não se sabe o que motivou a queda. Equipes da Aeronáutica estão a caminho e um delegado da Policia Civil também está no local, segundo os bombeiros.

A Prefeitura de Barueri informou que nenhum imóvel foi atingido. Os acessos próximos ao local do acidente foram fechados por agentes de trânsito na estrada dos Romeiros e na rua Tilápia.

O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) também foi acionado. No local, agentes do órgão informaram que a chuva e a noite atrapalham a investigação. Dados mais precisos devem ser coletados após o amanhecer. O prefixo da aeronave só vai ser confirmado após a remoção do helicóptero.

A reportagem do UOL fotografou o prefixo da aeronave. O helicóptero de modelo AS 350 B3, prefixo PR-ENT, está em situação normal, segundo registro da Anac. O helicóptero não está habilitado a realizar táxi aéreo, mas pode atuar em voos privados. Não há, porém, detalhes sobre o tipo de viagem que era realizada no momento do acidente. A aeronave pertence à empresa Vortex Holding e foi fabricada pelo Helibrás em 2013.

Continua após a publicidade
Imagem mostra destroços de helicóptero que caiu em Barueri (SP)
Imagem mostra destroços de helicóptero que caiu em Barueri (SP) Imagem: Uesley Durães/UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes