Conteúdo publicado há 1 mês

Homem que sumiu com a mulher em GO usa nome falso desde que matou 2 pessoas

O homem que sumiu junto com a mulher a caminho de Quirinópolis, em Goiás, usa o nome do irmão desde que matou duas pessoas em 1996, diz a polícia.

O que aconteceu

Douglas José de Jesus está foragido há 28 anos. A Polícia Civil de Goiás descobriu que ele usa o nome do irmão mais novo, Wagner José de Jesus, desde que cometeu o duplo homicídio.

Ele e a mulher fugiram após o crime. Douglas e Fábia Cristina Santos ficaram mais de um ano sem falar com a família. Ele assumiu o nome do irmão quando voltou a Quirinópolis, explicou a polícia.

O casal está junto há mais de 30 anos. Na semana passada, eles sumiram enquanto viajavam para a missa de sétimo dia do pai de Fábia. Segundo a polícia, investigação é sigilosa e "depende" disso para ter sucesso.

O UOL entrou em contato com a defesa da família. A matéria será atualizada quando houver resposta.

Mãe pediu ajuda para o filho por mensagem

Câmeras mostraram Fábia e Douglas em posto de combustível em Goiânia. Minutos depois, eles foram multados por alta velocidade na rodovia GO-469, em Abadia de Goiás.

Fábia mandou uma mensagem de texto para o filho após a infração pedindo ajuda. O print da conversa, disponibilizado pela advogada da família, Rosemere Oliveira, mostra que o jovem respondeu: "O que? Você me preocupa". A mulher enviou outra mensagem, mas apagou.

Fábia e Douglas têm dois filhos, um que ainda morava com eles e outro já casado. Os familiares disseram à TV Anhanguera que eles não tinham desavenças com outras pessoas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes