Conteúdo publicado há 21 dias

Policiais da Rota matam 2 supostos membros do PCC na zona sul de SP

Dois supostos membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) morreram após trocas de tiros com policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) na Avenida do Estado, na região do Ipiranga, na zona sul de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (22).

O que aconteceu

Policiais receberam denúncia sobre reunião do PCC na comunidade do Heliópolis, na zona sul. Com as informações levantadas, os policiais avistaram o veículo com os suspeitos e houve uma tentativa de abordagem.

Houve troca de tiros na ocorrência. Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo, os suspeitos atiraram na direção dos agentes, que revidaram.

Suspeitos foram baleados. Ambos foram socorridos com vida até unidade de saúde, mas não resistiram e morreram, informou o comandante Takahashi, da Rota. Os suspeitos tinham diversas passagens criminais por roubo, tráfico de drogas, falsificação de documentos e furto. Os nomes deles não foram divulgados pela pasta.

Fuzil 5.56 foi apreendido no interior do carro onde a dupla estava. Além da arma, foram apreendidos um colete balístico, uma mochila e um revólver que teria sido usado pela dupla.

Um homem que estava em outro veículo foi preso na ocorrência. Uma pistola que estaria em posse do suspeito foi encontrada e, aos policiais, ele afirmou que pertencia ao PCC e confirmou que estava na reunião da facção criminosa na comunidade.

Caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial e porte ou posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. O DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa), responsável pela investigação do caso, pediu exames ao IC (Instituto de Criminalística) e ao IML (Instituto Médico Legal).

Deixe seu comentário

Só para assinantes