PUBLICIDADE
Topo

PSD expulsa candidato de Sergipe flagrado com R$ 15 mil na cueca

Edilvan Messias dos Santos, o Vanzinho de Altos Verdes (PSD) - Reprodução
Edilvan Messias dos Santos, o Vanzinho de Altos Verdes (PSD) Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

23/10/2020 20h35

O PSD (Partido Social Democrático) anunciou hoje a expulsão do candidato a vereador Edilvan Messias dos Santos, conhecido como Vanzinho de Altos Verdes. Anteontem, o político foi preso com R$ 15.300 em uma sacola escondida na cueca.

O flagrante foi feito por policiais militares que investigavam denúncia de compra de votos.

Segundo o PSD, a decisão é de comum acordo com o diretório municipal de Carira. Em post nas redes sociais, o partido afirmou que "não compactua com práticas de compras de voto ou quaisquer outras iniciativas não-democráticas e que desrespeitam o livre arbítrio da sociedade na escolha de seus representantes".

Investigação

Segundo a PM, o flagrante foi realizado depois que a equipe da 2ª Companhia Militar foi informada, por uma denúncia pelo número 190, que pessoas circulavam em dois veículos no povoado sob a suspeita de comprar votos.

Os policiais foram ao local e, após buscas na região, localizaram os suspeitos por volta das 14h30. Durante a abordagem, os policiais encontraram material de campanha dentro de um dos carros, que estava ocupado por um casal.

Ainda de acordo com a PM, ao ser questionado sobre a procedência do dinheiro, Vanzinho de Altos Verdes informou que havia recebido um pagamento na cidade de Itabaiana (SE) e pretendia usar o valor para comprar um veículo.

O suspeito foi apresentado na Delegacia de Carira, onde foi aberto um inquérito para investigar o caso. A Secretaria de Segurança Pública do Sergipe informou ainda que foi instaurado inquérito para apurar o caso, e que o candidato vai responder em liberdade.