PUBLICIDADE
Topo

Bilionários doam para campanha de Bruno Covas à Prefeitura de São Paulo

21.out.2020 - Peter Leone/Estadão Conteúdo
Imagem: 21.out.2020 - Peter Leone/Estadão Conteúdo

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 15h48

Candidato à reeleição, o prefeito Bruno Covas (PSDB) recebeu doações de bilionários para sua campanha, de acordo com os dados apresentados à Justiça Eleitoral.

No total, o tucano tem, por enquanto, receita de R$ 9,1 milhões, sendo que cerca de 84% dessa quantia é formada por repasses de partidos da coligação.

Entre os doadores individuais, estão integrantes da lista de bilionários brasileiros da revista Forbes. Um deles é Rubens Ometto, presidente do Conselho de Administração da Cosan, conglomerado na área de energia e logística.

A doação de Ometto foi de R$ 200 mil. Segundo a Forbes, ele possui um patrimônio de R$ 14,5 bilhões.

Dono da Crefisa e da FAM (Faculdade das Américas), o empresário José Roberto Lamacchia também contribuiu para a campanha de Covas. A doação também foi de R$ 200 mil. Com a esposa, Leila Pereira, ele tem um patrimônio de R$ 6,7 bilhões, de acordo com a Forbes.

Proprietário da construtora Cyrela, Elie Horn possui R$ 3,25 bilhões em patrimônio, segundo a Forbes. Para a campanha do tucano, ele doou R$ 100 mil.

As verbas dos três juntos equivalem a 5% do total já acumulado pelo tucano.

Covas também recebeu valores parecidos de outras duas pessoas. Jorge Mitre, fundador do Hospital de Olhos, destinou R$ 230 mil ao tucano. E José Ricardo Rezek, dono do Grupo Rezek, repassou R$ 200 mil. Eles não estão na lista de bilionários da Forbes.

Os partidos tinham até ontem para informar a movimentação financeira ocorrida até 20 de outubro. A prestação de contas final deverá ser apresentada até 30 dias após a eleição, segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado, a campanha de Bruno Covas (PSDB) arrecadou R$ 9,1 milhões até agora, segundo a Justiça Eleitoral. O texto foi corrigido.