PUBLICIDADE
Topo

Arthur do Val cobra SBT por debate cancelado e critica nível de entrevista

Arthur do Val, o Mamãe Falei, critica SBT por cancelamento de debate - Reprodução/SBT
Arthur do Val, o Mamãe Falei, critica SBT por cancelamento de debate Imagem: Reprodução/SBT

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 18h15

Candidato à Prefeitura de São Paulo, Arthur do Val (Patriota), mais conhecido pelo pseudônimo "Mamãe Falei", criticou o SBT por cancelar a realização do debate no primeiro turno e disse que a emissora de Silvio Santos prefere transmitir futebol. Apresentadores rebateram o candidato. Houve tensão e bate-boca no ar.

"Deixo aqui uma crítica aos senhores, que abriram mão do debate, do exercício da democracia da maior cidade do hemisfério Sul, para passar futebol e programa dominical. Por que não chamam a gente para o debate?", questionou ele.

Em setembro, o SBT anunciou que cancelaria o debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo no primeiro turno "em virtude da pandemia e do elevado número de postulantes". Globo, Record e RedeTV! também cancelaram os seus respectivos debates.

Durante a entrevista, os apresentadores Simone Queiroz e Fábio Diamante rebateram a fala de Val lendo a nota da emissora.

"O debate no primeiro turno não vai ser feito por uma questão de saúde pública, mas quero reforçar que no dia 21 de novembro teremos o segundo turno", explicou Simone, ao ser interrompida pelo candidato. "Se vocês puderem gastar o meu tempo divulgando as minhas propostas, eu agradeço", ironizou o candidato. "Antes do segundo turno todo mundo está com perigo de correr risco de pegar coronavírus. Depois do segundo turno, magicamente está todo mundo imune?! Muito coerente", protestou, logo depois.

Em seguida, Diamante rebateu o candidato do Patriota. "É matemática, o número de pessoas que estão envolvidas. O senhor quer falar sobre propostas ou continuar nesse assunto?", devolveu o jornalista, mostrando desconforto.

No fim, Arthur do Val voltou a criticar a emissora pelo cancelamento do debate e disse estar "triste pelo nível da entrevista". Novamente, Diamante rebateu: "A gente agradece o candidato, mas cabe lembrar que o nível da entrevista depende também do entrevistado".

"Júlio Lancellotti é padre do PT"

Ainda durante a entrevista, Arthur do Val comentou as críticas que fez ao padre Júlio Lancellotti, em setembro. Na ocasião, o candidato chegou a dizer que Lancellotti era um "cafetão da miséria" e que a Igreja Católica não poderia ficar a mercê.

Sobre o assunto, Val voltou a reforçar. "Fico triste que o Júlio Lancellotti, o padre do PT, do Lula, que defende o Guilherme Boulos, o MTST [Movimento dos Trabalhadores Sem Teto], se esconda atrás da Igreja Católica, e tenha relações questionadas com ONGs, que tem dinheiro público para fazer o que faz no centro de São Paulo."

"É muito fácil o artistinha do Leblon vir falar que a Cracolândia tem que ficar como está quando ele está lá pegando praia em Copacabana e conhecendo o Cracolândia das palestras do PSOL. Diferentemente deles, eu vivo aqui e sei o que tem que se fazer", completou em seguida.