PUBLICIDADE
Topo

Candidata a vereadora é detida em operação que apreendeu 190 kg de maconha

Caso aconteceu em Blumenau (SC); defesa alega que Noemi da Silva tem relacionamento afetivo com um dos detidos, sem envolvimento com o crime - Polícia Militar de SC/Divulgação
Caso aconteceu em Blumenau (SC); defesa alega que Noemi da Silva tem relacionamento afetivo com um dos detidos, sem envolvimento com o crime Imagem: Polícia Militar de SC/Divulgação

Giorgio Guedin

Colaboração para o UOL, em Blumenau (SC)

27/10/2020 16h40

Noemi da Silva, 39 anos, candidata a vereadora pelo PL em Blumenau (SC), foi presa em flagrante na noite de ontem pelo crime de tráfico de drogas na cidade. Após uma denúncia, a Polícia Militar chegou até uma residência onde havia 190 kg de maconha, quatro armas de fogo, munições e R$ 17 mil em espécie. Outras duas pessoas foram detidas. A defesa da candidata nega a participação.

A Polícia Militar informou que o caso aconteceu na rua Erich Belz, bairro Itoupava Central, após denúncia de que uma residência estaria sendo utilizada para o depósito de drogas. Chegando ao local, os militares observaram uma movimentação suspeita na residência. Dois veículos estavam saindo do local — dentro de um deles, foi encontrado cerca de 1 kg de maconha em uma mochila.

Já dentro da casa, a mãe de um dos suspeitos informou que havia outros materiais ilícitos, sendo localizada uma grande quantidade de maconha armazenada em um dos cômodos, além de quatro armas de fogo, munições, balança de precisão e cerca de R$ 17 mil em espécie.

Três pessoas — entre elas a candidata — foram detidos e encaminhados à Central de Polícia de Blumenau. Conforme a PM, esta é a maior apreensão de drogas do ano na cidade pela corporação.

Defesa nega envolvimento

Em contato com o UOL, a defesa de Noemi confirmou que ela estava no local, mas negou o envolvimento com o tráfico de drogas. O advogado Antoniel Lobo Cardoso afirmou que ela teria um relacionamento afetivo com um dos detidos.

"Ela estava tão somente na companhia desta pessoa. Não tem absolutamente nada a ver com a prática da infração. Em resumo, um lamentável infortúnio que fez ela estar na hora errada, no lugar errado e na companhia errada", comentou Cardoso.

Até às 15h de hoje, a candidata ainda estava detida na Central de Polícia, aguardando a decisão da justiça que pode ou não encaminhá-la para alguma unidade prisional.

PL emite nota

O PL afirmou, em nota, que recebe com surpresa a detenção da candidata e que vai aguardar a conclusão das investigações para tomar alguma providência.

"A direção da Executiva Municipal do Partido Liberal (PL) de Blumenau, com relação ao fato noticiado por veículos de imprensa do município dando conta de suposto envolvimento da candidata a vereadora Noemi da Silva com apreensão de drogas em ação da Policia Militar na noite de ontem, comunica que tomou conhecimento dos fatos preliminares e que o assunto já esta sendo objeto de análise e deliberação juntamente com a Executiva Estadual do partido", diz o texto, assinado pela direção da sigla.

"O PL recebe com surpresa tais informações e vai aguardar a conclusão das investigações com toda a cautela necessária que o caso requer, defendendo sempre o principio do contraditório e da ampla defesa. O PL avaliará as previsões estatutárias da sigla, uma vez que trata-se de assunto de ordem de comportamento pessoal e não relacionado diretamente ao contexto político-partidário", concluiu.