PUBLICIDADE
Topo

Debate em Guarulhos: Ausente, prefeito Guti concentra ataque de adversários

Beatriz Montesanti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/10/2020 22h04Atualizada em 30/10/2020 10h15

O atual prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), foi o grande alvo do debate entre os candidatos à Prefeitura de Guarulhos que aconteceu na noite de hoje. Sua ausência no evento colaborou em grande parte para isso.

O debate foi transmitido pelo UOL em parceria com a TVT e a Rádio Brasil Atual. Por conta de medidas sanitárias devido à pandemia do novo coronavírus, o evento aconteceu em duas partes: a primeira, com os candidatos mais bem posicionados na primeira pesquisa do Ibope, e a segunda, com os postulantes com menor intenção de votos.

A ausência de Guti foi ressaltada nas declarações iniciais dos candidatos e também ao longo da noite. Até as perguntas dos adversários serviram de alavanca para críticas à atual gestão.

"Pena que ele se furtou de estar aqui. Isso atenta contra a própria democracia. A população tem direito de ouvir sobre seu governo", disse Elói Pietá, candidato do PT que, segundo pesquisa de intenção de voto divulgada hoje pelo Ibope, está empatado na liderança com Guti. Pietá foi prefeito de Guarulhos entre 2001 e 2008.

"Não consigo imaginar um ponto que a gestão tenha acertado. Não funciona nada. E é um desrespeito do prefeito não comparecer ao debate, [não] vir aqui mostrar porque ele errou", criticou Fran Corrêa (PSDB).

"A única coisa que ele fez foi bandeirinhas para concorrer à reeleição", alfinetou a candidata do PL, Adriana Afonso.

O debate foi dividido em dois segmentos. Participaram do primeiro, que começou às 20h40, Elói Pietá (PT), Fran Corrêa (PSDB), Sandra Santos (PDT) e Adriana Afonso (PL). No segundo, às 22h, estiveram Wagner Freitas (PTB), Eduardo Barreto (PROS), Professor Auriel (PCdoB) e Simone Carleto (PSOL).

Na segunda parte também houve ataques à gestão atual: "Não podemos mais aceitar ladrões saqueando os cofres da cidade", disse Wagner Freitas, do PTB. "Guarulhos foi entregue a piratas. A pior saúde do país é em Guarulhos, a passagem mais cara é em Guarulhos, a pior mobilidade é em Guarulhos. Somos uma cidade atrasada no desenvolvimento."

"Cadê o prefeito municipal? Cadê você, menino? Pra vir aqui responder, apresentar suas medidas?", questionou o candidato novamente.

Guarulhos é a segunda cidade mais populosa do estado de São Paulo, com 1,4 milhão de moradores, só perdendo para a capital.

Pesquisa do Ibope, feita em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACEG) e divulgada hoje, horas antes do debate, mostra empate entre o atual prefeito, Guti (PSD), e o ex-prefeito Elói Pietá (PT). Guti marcou 30% das intenções de voto, enquanto Pietá teve 29%. A margem de erro do levantamento, realizado entre os dias 24 e 26 de outubro, é de três pontos percentuais.

Guti foi eleito pelo PSB, trocou o partido no meio do mandato pelo PSD, e agora tenta a reeleição. Em 2016, teve uma votação recorde de 83,5% no segundo turno, com mais de 480 mil votos.