PUBLICIDADE
Topo

PDT anuncia apoio a Boulos em São Paulo

Com a decisão, PDT junta-se ao PT e ao PCdoB no apoio a Guilherme Boulos (PSOL) no 2º turno - Reinaldo Canato/UOL
Com a decisão, PDT junta-se ao PT e ao PCdoB no apoio a Guilherme Boulos (PSOL) no 2º turno Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Lucas Borges Teixeira

Do UOL, em São Paulo

18/11/2020 14h56Atualizada em 18/11/2020 15h08

O PDT apoiará a candidatura de Guilherme Boulos (PSOL) no segundo turno em São Paulo. A decisão foi confirmada ao UOL pelo presidente municipal do partido, Antônio Neto, após encontro com o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, na tarde desta quarta (18).

O anúncio oficial será feito no diretório estadual do PDT, em São Paulo, na próxima sexta (20). Neto havia integrado a chapa de Márcio França (PSB) como vice e disse que, até lá, espera uma resposta do companheiro de chapa.

"A gente está aguardando a decisão do PSB e do próprio Márcio, queremos trazê-los. Mas nós decidimos: ou faremos juntos ou separados", afirmou Neto, após o encontro.

"Recebemos as primeiras contribuições programáticas do PDT. Não estamos trocando favores nem secretarias. É um debate de políticas para a cidade. Estamos super-honrados com esse apoio", disse o presidente do PSOL.

Neto e Medeiros - Lucas Borges Teixeira/UOL - Lucas Borges Teixeira/UOL
Antônio Neto (PDT) e Juliano Medeiros (PSOL) após encontro em São Paulo
Imagem: Lucas Borges Teixeira/UOL

Havia uma dúvida sobre quem a chapa PSB-PDT apoiaria no segundo turno. A coligação chegou a se encontrar no litoral paulista nessa semana, mas não chegou a uma conclusão.

Segundo o UOL apurou, França ainda não decidiu se irá tomar partido no segundo turno — e talvez não o faça. O diretório nacional do PSB deverá se reunir amanhã (19) em Brasília para uma deliberação.

Já do lado do PDT, havia uma pressão por setores de esquerda para que o partido se juntasse ao psolista. "Não podia ser diferente. Vamos derrotar o Bolsodoria", disse Neto.

Na última terça (17), o partido também anunciou apoio à candidatura de Manuela D'Ávila (PCdoB) em Porto Alegre.

Com isso, o PDT junta-se ao PT e ao PCdoB no apoio ao PSOL. Nesta manhã, Boulos participou de uma agenda com os ex-candidatos Jilmar Tatto e Orlando Silva para oficializar a aliança.

Do outro lado, Bruno Covas (PSDB) já agrupou apoio do Republicanos de Celso Russomanno e do PSD de Andrea Matarazzo.