PUBLICIDADE
Topo

Boulos rejeita rótulo de 'novo Lula': 'Cada um constrói sua trajetória'

Boulos disse que tem "uma relação de respeito e amizade" com Lula, "que é pública e notória" - Nathan Lopes/UOL
Boulos disse que tem "uma relação de respeito e amizade" com Lula, "que é pública e notória" Imagem: Nathan Lopes/UOL

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

25/11/2020 15h37

O candidato do PSOL a prefeito de São Paulo, Guiherme Boulos, rejeitou o rótulo de "novo Lula". Ele foi questionado hoje por um repórter de um jornal francês sobre ser visto assim na Europa.

Ao comentar sobre sua ligação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Boulos disse que tem "uma relação de respeito e amizade com ele, que é pública e notória".

Agora, cada um constrói a sua trajetória. Lula construiu a dele, a qual eu respeito, e eu estou construindo a minha" Guilherme Boulos, candidato do PSOL a prefeito de São Paulo

Encontro com mulheres

Boulos esteve hoje em uma agenda fechada, em que se encontrou com mulheres da periferia em Itaquera, na zona leste paulistana. O evento foi realizado no Cifa (Centro Itaquerense das Famílias Amigas), fundado em 1968, e ligada à igreja Nossa Senhora do Carmo.

A imprensa não pôde acompanhar o encontro, que foi marcado em razão do Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. Boulos prometeu criar políticas de combate ao machismo em uma eventual gestão sua.

Boulos está atrás de seu adversário no segundo turno, Bruno Covas (PSDB), no recorte de gênero. Tanto entre mulheres quanto homens, ele tem 40% da preferência dos eleitores contra 48% do tucano nos dois cenários.

Coronavírus

O candidato disse que fará teste para saber se está ou não com covid-19 na manhã de amanhã (26).

Boulos não apresenta sintomas de quem contraiu o novo coronavírus, mas fará o exame por precaução, já que a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) esteve em um evento de campanha com ele na última sexta-feira (20).

Até ter o resultado — que ele estima receber em até 24 horas —, Boulos manterá suspensas as agendas de rua. Até lá, ele só fará encontros fechados, como o de hoje.

Outra agenda fechada que Boulos teve após anunciar a suspensão dos eventos de rua foi um encontro com dom Odilo Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo. Ontem, eles conversaram sobre a população em situação de rua na cidade.

Amanhã, o candidato deverá ter mais uma reunião fechada, mas com representantes do comércio.