PUBLICIDADE
Topo

Campanha de Covas monta estratégia para tentar defender Nunes na internet

Ricardo Nunes (MDB) em campanha pelas ruas e comércios do bairro do Valo Velho, na zona Sul - TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDO
Ricardo Nunes (MDB) em campanha pelas ruas e comércios do bairro do Valo Velho, na zona Sul Imagem: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 04h00

Alvo dos adversários do candidato à reeleição para a Prefeitura de São Paulo Bruno Covas (PSDB), o vereador Ricardo Nunes (MDB) viu crescer o número de ataques contra ele na reta final da campanha. Quase todos os dias, a chapa formada por Guilherme Boulos (PSOL) e Luiza Erundina (PSOL) faz críticas a ele, questionado sua ausência nas agendas e seu passado.

Anteontem, após ir ao ar uma inserção eleitoral do PSOL na TV, o nome de Nunes chegou a ser o sétimo assunto mais buscado no Google durante o dia. A reação da campanha tucana não tardou, e logo foi montada uma estratégia de defesa na internet.

Um primeiro sinal foi o surgimento já na tarde de ontem, comprovado pela reportagem, de um link patrocinado que visava responder a uma variedade de buscas envolvendo o nome do vice de Covas. O anúncio, pago para aparecer no topo da lista do buscador, direciona para o site da campanha de Covas com a pergunta proposta pela propaganda psolista: "Quem é Ricardo Nunes?".

O conteúdo da página de destino não difere dos materiais de campanhas focadas no ambiente digital produzidos nesta reta final. São imagens e vídeos criadas para difusão em redes sociais e aplicativos de mensagens como o WhatsApp, e trazem sempre a foto do vereador e uma lista de realizações de sua vida pública. Os conteúdos rapidamente foram parar em postagens de filiados e apoiadores do PSDB desde o começo da semana.

Ontem, a força-tarefa ganhou reforço de um vídeo de 30 segundos que contém o mesmo conteúdo. A gravação informa que Nunes é vereador há oito anos, foi presidente da CPI da sonegação tributária e recuperou R$ 1,2 bilhão. Também é citado que ele é casado e tem três filhos enquanto surge a imagem de sua família.

A menção não é em vão. Entre os ataques, há citação de um boletim de violência doméstica registrado pela mulher dele em fevereiro de 2011 — o casal estava separado e reatou o relacionamento. Outro ponto explorado pelo adversário é a relação suspeita de Nunes com a máfia das creches.

O UOL perguntou à campanha do prefeito e candidato à reeleição se houve impulsionamento de links ou a compra de anúncios no Google a fim de divulgar melhor os feitos de Nunes diante dos ataques que tem sofrido. Não houve resposta e, caso a equipe de Covas se manifeste, o posicionamento será incluído neste texto.

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!