PUBLICIDADE
Topo

José Sarto (PDT) vota em Fortaleza e repete discurso de 'defesa da democracia'

 O candidato à Prefeitura de Fortaleza, José Sarto (PDT), durante votação no segundo turno das eleições municipais, na capital cearense, neste domingo, 29. Sarto estava acompanhado pelo governador Camilo Santana (PT), pelo prefeito Roberto Claudio (PDT) e pelo senador Cid Gomes.  - JOÃO DIJORGE/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
O candidato à Prefeitura de Fortaleza, José Sarto (PDT), durante votação no segundo turno das eleições municipais, na capital cearense, neste domingo, 29. Sarto estava acompanhado pelo governador Camilo Santana (PT), pelo prefeito Roberto Claudio (PDT) e pelo senador Cid Gomes. Imagem: JOÃO DIJORGE/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Eduardo Gayer

São Paulo

29/11/2020 13h24

O candidato à prefeitura de Fortaleza José Sarto (PDT) foi às urnas hoje e, a jornalistas presentes, repetiu seu discurso de defesa da democracia.

"Este domingo é a defesa da democracia, de uma Fortaleza mais inclusiva, justa e humana", disse.

Como mostrou o Broadcast Político do Estadão, Sarto buscou nacionalizar a eleição para isolar politicamente seu adversário no segundo turno, Capitão Wagner (Pros), que tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro.

O pedetista está à frente do candidato do Pros em pesquisas de intenção de voto.

Sarto votou na companhia do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), do senador Cid Gomes (PDT-CE) e do atual prefeito de Fortaleza, seu principal cabo eleitoral na cidade, Roberto Cláudio (PDT). No primeiro turno, Santana não o acompanhou, já que o PT tinha candidatura própria na capital cearense, Luizianne Lins.

"Sarto representa isso, representa a segurança, a certeza e a garantia da continuidade do trabalho e também da continuidade das parcerias entre o Estado e a Prefeitura", disse o prefeito Roberto Cláudio, em coletiva de imprensa após o voto de Sarto.

"Se Deus quiser, vamos escolher o melhor para Fortaleza", completou Cid Gomes.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.