Tripulantes da British Airways iniciam hoje greve de três dias

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Parte dos tripulantes da British Airways iniciam hoje (20) uma greve de três dias depois que as negociações entre sindicato e companhia aérea fracassaram ontem, deixando o governo britânico com uma grande dor de cabeça semanas antes de eleições gerais. Depois dos três dias, uma nova paralisação ocorre de 27 a 30 de março, quando começam as festividades da Páscoa.

Iberia e British devem aprovar fusão no dia 25

As companhias aéreas Iberia e British Airways vão se reunir no próximo dia 25 para aprovar acordo de fusão, informou o jornal Expansion nesta quinta-feira, citando fontes próximas às empresas. Os advogados das companhias já registraram o nome International Airlines Group para a nova empresa, segundo o jornal.

A greve atrapalha os planos de viagem de milhares de pessoas. A situação é complicada para o primeiro-ministro Gordon Brown, porque o sindicato Unite, que organizou o movimento, é o maior financiador individual de seu Partido Trabalhista.

Brown, que anteriormente chamou a greve de "injustificável e deplorável", exigiu que ela seja cancelada.

Enquanto isso, os trabalhadores ferroviários votaram uma greve contra os cortes de empregos e mudanças nas práticas trabalhistas, aumentando a ameaça de uma primeira greve nacional do setor ferroviário em 16 anos. Não há, no entanto, uma data para o ato.

O Partido Trabalhista, que está em desvantagem nas pesquisas de opinião antes das eleições previstas para 6 de maio, tem fortes laços com os sindicatos que remontam à sua fundação, em 1900. O diretor político do Unite, Charlie Whelan, foi porta-voz de Brown.

A companhia pretende economizar 62,5 milhões de libras (US$ 95 milhões) por ano para ajudar a compensar a queda na demanda, a volatilidade nos preços dos combustíveis e o aumento da concorrência com as empresas de baixo custo.

Alguns tripulantes, incluindo aqueles que trabalham em voos de longa distância a partir do aeroporto de Gatwick, em Londres, e todos os voos do terminal menor de London City, não participarão do movimento, uma vez que já concordaram com as mudanças propostas pela companhia.

A British Airways espera transportar ao menos 60% dos passageiros com voos reservados entre 20 e 22 de março, depois de ter treinado funcionários adicionais para dar cobertura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos