Topo

Brasil "tem oportunidade" de passar da abstenção à ação, diz embaixador dos EUA

Fábio Brandt

Do UOL Notícias <br> Em Brasília

27/10/2011 07h00

O embaixador do Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon, disse nesta quarta-feira (26) que “o Brasil tem a oportunidade de tomar passos importantes e de passar de um país que se abstenha para um país que atua”. Shannon se referiu às recentes abstenções brasileiras na ONU sobre conflitos na Líbia e na Síria.

O diplomata falou sobre o assunto no programa “Poder e Política – Entrevista” conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha de S.Paulo.

Sobre a vontade do Brasil de se tornar membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, Shannon disse que o país faz parte de um grupo de países que têm capacidade de “atuar no mundo”. Mas ressalvou que “o processo de reformar o Conselho [de Segurança da ONU] e determinar os novos integrantes ou membros do Conselho não é tanto uma troca transacional, como [também] um processo de reconhecer poder, o poder no mundo”.

O americano concedeu a entrevista em português. Entre outros assuntos, falou sobre as mortes de Muammar Gaddafi e Osama bin Laden. Também respondeu sobre a extinção do visto de entrada nos EUA para brasileiros e sobre as relações comerciais entre os dois países.

Veja vídeo com a íntegra da entrevista. A transcrição também está disponível em texto.

Mais Internacional