PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Boston oferece US$ 50 mil por pistas sobre autor de atentado

Do UOL, em São Paulo

16/04/2013 16h28

A polícia e os bombeiros de Boston anunciaram nesta terça-feira (16) uma recompensa de US$ 50 mil (cerca de R$ 100 mil) por qualquer informação que leve à captura dos responsáveis pelas explosões ocorridas ontem na Maratona de Boston, que deixaram três mortos e mais de 170 feridos.

As autoridades ainda não têm nenhuma pista sobre a autoria dos atentados, os quais o presidente Barack Obama chamou de “ato de terror”.

O FBI, que está conduzindo a investigação, informou hoje que recebeu “um volume elevado de pistas nas últimas 18 horas”.

Entre os interrogados pelo órgão está um jovem estudante saudita, que se feriu nas explosões, mas que ainda não é considerado suspeito pelo FBI.

MORTOS IDENTIFICADOS

  • Reprodução/Boston Globe

    Martin Richard, 8

  • Reprodução/Facebook

    Krystle Campbell, 29

Coberto de sangue, ele respondeu algumas perguntas ainda no local e foi levado para um hospital. Desde então, tem sido acompanhado pela polícia. Ele era um dos moradores do apartamento revistado pela polícia onde foram recolhidas possíveis evidências sobre o atentado.

Outro rapaz, que divide apartamento com o saudita, o descreveu para o jornal "The Boston Globe" como um devoto muçulmano, fã de futebol, originário da cidade de Medina, e que tem 20 anos de idade. "Não acho que pudesse fazer isso", disse o companheiro, que não teve a identidade revelada.

"Nós vamos até o fim do mundo para encontrar os responsáveis por este crime hediondo", disse o agente especial encarregado do escritório do FBI em Boston, Richard Deslauriers, em entrevista coletiva.

Tensão

O clima no país é tenso. Pela manhã, um dos terminais do aeroporto La Guardia, em Nova York, foi evacuado por causa da presença de um pacote suspeito. O local só foi liberado após 45 minutos, e ninguém foi detido.

Mais tarde, dois passageiros e suas malas foram retirados de um voo da United Airlines antes da decolagem no aeroporto Logan, em Boston, informou uma fonte com conhecimento direto da ação à agência de notícia Reuters.

Ainda não se sabe se a remoção dos passageiros tem ligação com a investigação sobre as explosões. Os nomes dos passageiros não foram divulgados.

Bombas

O governador de Massachusetts, Deval Patrick, confirmou que foram utilizadas duas bombas no ataque. Informações desencontradas diziam que outros dois artefatos que não explodiram haviam sido encontrados na região do atentado.

“É importante esclarecer que dois e somente dois artefatos explosivos foram encontrados na região. O resto de pacotes que foram analisados não eram artefatos que não explodiram”, afirmou Patrick.

Entre a noite e madrugada de ontem, o FBI passou cerca de nove horas em um apartamento atrás de provas que poderiam esclarecer a origem dos ataques.

Os policiais chegaram por volta das 17h (18h no horário de Brasília) de segunda-feira (15) e deixaram o lugar na madrugada desta terça-feira (16), por volta das 2h15 (3h15 em Brasília).

Os investigadores saíram do prédio com três grandes sacos plásticos com o material que foi apreendido. Não se sabe o que havia dentro das sacolas.

(Com agências internacionais)

Duas bombas explodem durante Maratona de Boston, nos EUA

Internacional