PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Morte de Mandela deixa o mundo pobre em referências de coragem, diz Joaquim Barbosa

Do UOL, em São Paulo

05/12/2013 20h57

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, disse, em nota emitida em nome do Supremo, que “a morte de morte de Nelson Mandela torna o mundo mais pobre de referências de coragem, dignidade e obstinação na defesa das causas justas”.

Mandela morreu nesta quinta-feira (5) aos 95 anos, na África do Sul.

Barbosa disse ainda que a vida de Mandela “traduziu o sentido maior da existência humana”. “Seu nome permanecerá como sinônimo de esperança para todas as vítimas de injustiça em qualquer parte do mundo".

"Em nome do Supremo Tribunal Federal, envio minhas profundas condolências à senhora Graça Machel e aos familiares de Nelson Mandela, assim como ao povo e ao governo sul-africanos”.

Internacional