PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com 99 anos, americana costura um vestido por dia para crianças na África

Do UOL, em São Paulo

25/08/2014 17h53

A cada dia, a norte-americana Lillian Weber costura um vestido diferente para doar a crianças carentes pelo projeto “Little Dresses for Africa” (Pequenos Vestidos para a África, em tradução livre). Com 99 anos de idade, a costureira já criou mais de 840 peças –e quer chegar ao vestido número mil o quanto antes.

Moradora de uma fazenda no condado de Scott, no Estado do Iowa, Lilian começa a costura um novo vestido pela manhã e, depois do intervalo para almoçar, termina os últimos ajustes. “É apenas uma daquelas coisas que você aprende a fazer e fica contente”, disse ao canal “WQAD”.

25.ago.2014 - Lillian Weber costura um vestido diferente por dia para doar a crianças carentes pelo projeto ''Little Dresses for Africa'' (Pequenos Vestidos para a África, em tradução livre). Com 99 anos de idade, a costureira já criou mais de 840 peças - e quer chegar ao vestido número 1.000 o quanto antes - Reprodução/WQAD - Reprodução/WQAD
Imagem: Reprodução/WQAD
25.ago.2014 - Lillian Weber costura um vestido diferente por dia para doar a crianças carentes pelo projeto ''Little Dresses for Africa'' (Pequenos Vestidos para a África, em tradução livre). Com 99 anos de idade, a costureira já criou mais de 840 peças - e quer chegar ao vestido número 1.000 o quanto antes - Reprodução/WQAD - Reprodução/WQAD
Vestidos costurados por Lilian Weber, 99, para crianças carentes na África
Imagem: Reprodução/WQAD

Embora siga um modelo padrão, cada vestido é diferente do outro. Umas das filhas de Lilian diz que isso ocorre porque sua mãe “quer que cada vestido seja especial e tenha a sua marca”.

A idosa completará cem anos em 6 de maio de 2015. Até lá, quer fazer ao menos 150 vestidos. “Quando eu chegar ao número mil, se eu puder, eu não vou parar. Continuarei porque não há razão para ficar fazendo nada”, avaliou Lilian.

Rachel O'Neill, fundou o projeto “Little Dresses for Africa”, por meio de uma organização cristã não governamental, em 2008. Desde lá, cerca de 2,5 milhões de vestidos foram distribuídos em orfanatos, escolas e igrejas de países africanos.

Internacional