"É engano acreditar que temos segurança prendendo pessoas", diz papa em prisão mexicana

Do UOL, em São Paulo

  • Gabriel Bouys/AP

    Papa Francisco visita prisão CeReSo n. 3 em Ciudad Juarez, no México

    Papa Francisco visita prisão CeReSo n. 3 em Ciudad Juarez, no México

Em seu último compromisso oficial no México, o papa Francisco fez um duro discurso nesta quarta-feira (17), ao visitar uma prisão em Ciudad Juárez, município localizado na fronteira com os Estados Unidos, considerado um dos mais violentos do mundo e palco de travessia de imigrantes.

Diante de dezenas de detentos do complexo prisional CeReSo n.3, o líder da Igreja Católica disse que é "um engano social acreditar que a segurança e a ordem só são alcançadas prendendo as pessoas". Francisco também fez referências diretas ao papel da sociedade, explicando que as prisões são "sintomas" da maneira com que as pessoas e instituições se organizam. "As prisões são um sintoma de como estamos na sociedade. Retratam muitos casos de silêncio e omissões que provocaram a cultura do descarte", disse o papa. "Trata-se do indício de uma cultura que deixou de investir na vida e de uma sociedade que pouco a pouco foi abandonando seus filhos", criticou.

Dirigindo-se aos prisioneiros, Francisco pediu para que eles "trabalhem para que esta sociedade que usa as pessoas não siga se fazendo de vítima", e para que lutem "de dentro da prisão para reverter as situações que geram mais exclusão". "Ajudem a frear o ciclo da violência e da exclusão. Quem experimentou o inferno pode se tornar um profeta na sociedade", implorou o líder católico, assumindo que também é um "pecador".

Logo que chegou à prisão, Francisco foi recebido pelo padre Alberto Meléndez, responsável pela pastoral local. Ele também inaugurou uma capela.

O papa iniciou no último dia 12 sua viagem oficial ao México, que é o segundo país com maior população católica do mundo, atrás apenas do Brasil. Francisco se reuniu com autoridades religiosas e políticas e fez críticas à corrupção e ao narcotráfico, problemas que atingem o país. Ele embarcará amanhã de volta a Roma. Esta foi a quarta viagem de Francisco ao seu território natal. O argentino Jorge Mario Bergoglio foi eleito papa em março de 2013 e, logo em seguida, visitou o Brasil. (Com Ansa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos