Antes de debate, Trump faz evento com mulheres que acusaram Bill Clinton de assédio

Do UOL, em São Paulo

  • Evan Vucci/AP

    Da direita para a esquerda, Paula Jones, Kathy Shelton, Donald Trump, Juanita Broaddrick e Kathleen Willey mantêm encontro público antes de debate presidencial, em St Louis (Missouri)

    Da direita para a esquerda, Paula Jones, Kathy Shelton, Donald Trump, Juanita Broaddrick e Kathleen Willey mantêm encontro público antes de debate presidencial, em St Louis (Missouri)

Menos de duas horas antes da realização de segundo debate presidencial nos EUA, o candidato republicano Donald Trump realizou um evento público com quatro mulheres que acusaram Bill Clinton -- marido de sua rival democrata, Hillary Clinton -- de abuso sexual no passado, em St Louis (Missouri).

Entre as mulheres que participaram do evento estão Paula Jones, que ganhou notoriedade em 1994 ao processar Clinton por assédio sexual. As quatro mulheres, a quem Trump chamou de "muito corajosas", participarão posteriormente do debate, a convite do candidato.

Hillary Clinton chamou a atitude de "um ato de desespero".

O evento ocorre dias após um vídeo de 2005 foi vazado pelo "Washington Post" mostrando o republicano fazendo comentários obscenos sobre mulheres. 

O vazamento colocou a candidatura de Trump sob pressão. Diversas personalidades do Partido Republicano retiraram seu apoio ao candidato e pediram que ele renunciasse.

Trump chegou a se desculpar pelo vídeo, mas chamou seus colegas de partido de hipócritas e disse que jamais renunciará.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos