Turistas já conseguem sair da Venezuela; situação de residentes é incerta

Larissa Leiros Baroni

Do UOL, em São Paulo

  • Avener Prado/Folhapress

Um acordo entre o Itamaraty e a Guarda Nacional Bolivariana voltou a permitir nesta segunda-feira (19) que turistas brasileiros voltem ao Brasil pela cidade venezuelana de Santa Elena de Uiarén, próxima à fronteira com Roraima, segundo o vice-cônsul Claudio Bezerra. 

"Até ontem cerca de 64 brasileiros nos procuraram para conseguir voltar para o Brasil", afirma Bezerra. "A situação para os turistas está em vias de ser normalizada", acrescentou o diplomata, que ressaltou que a solução não é válida para os brasileiros residentes no país.

As fronteiras da Venezuela estão fechadas desde o dia 13 e deveriam ter sido reabertas nesse domingo (18). No entanto, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou no último sábado (17), que prorrogou o fechamento temporário das fronteiras de seu país com o Brasil e a Colômbia até o dia 2 de janeiro, com a justificativa de evitar uma fuga de divisas.

É a segunda vez que o prazo do fechamento das fronteiras, que se encerraria no domingo (18), é prorrogado e, dessa vez, por um período bem maior. 

Mas, diante do impasse e da alta procura de brasileiros por ajuda, o Vice-Consulado do Brasil em Santa Elena de Uairén decidiu firmar um acordo com a Guarda Nacional Bolivariana para liberar os turistas brasileiros. "Ficou acertado que diariamente enviaremos aos oficiais bolivarianos uma lista com os nomes autorizados a entrar no Brasil de forma oficial e segura."

A relação, como informou Bezerra, é repassada à Guarda Nacional Bolivariana todos os dias por volta das 12h (14h do horário de Brasília). "Não foi estabelecido um limite de pessoas diário. Todos os que nos procurarem até esse horário serão incluídos e poderão voltar ao Brasil no mesmo dia. Aqueles que nos procurarem depois desse horário terão que aguardar até o dia seguinte. Ainda assim terão o direito de regressar ao Brasil resguardado."

Bezerra não soube informar, no entanto, como o Itamaraty pretende ajudar os brasileiros residentes na Venezuela interessados em voltar ao Brasil. "Essa é uma segunda etapa, que ainda depende de uma negociação que está sendo comandada pelo Consulado de Caracas junto com o governo venezuelano."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos