Secretário de Justiça anuncia afastamento de investigações sobre contatos russos com campanha de Trump

Do UOL, em São Paulo

  • Kevin Lamarque/Reuters

O secretário da Justiça dos EUA, Jeff Sessions, anunciou nesta quinta-feira (2) que irá se afastar de quaisquer investigações que tenham a ver com a campanha eleitoral do presidente Donald Trump, depois de ter sido acusado de ter feito contatos com o embaixador russo durante a campanha e os omitido durante sabatina ao cargo. 

Sessions negou categoricamente ter feito tais contatos, mas afirmou que, após ouvir aconselhamento legal, julgou seu afastamento de tais questões apropriado. Ele permanece no cargo, ao qual assumiu há três semanas. 

"Nunca tive contatos com operativos ou intermediários russos sobre a campanha de Trump", afirmou.

Pouco antes das declarações, o presidente Trump afirmou ter "total confiança" em Sessions.

Os líderes democratas no Congresso haviam pedido a renúncia de Sessions, enquanto vários republicanos consideraram que deveria pelo menos se negar a participar das investigações sobre a ingerência russa nos pleitos presidenciais de novembro do ano passado.

Questionado pelo grupo de jornalistas que lhe acompanhavam hoje em sua viagem aos estaleiros de Newport News (Virgínia), Trump rejeitou a ideia de que Sessions deveria afastar-se das investigações sobre o papel russo nas eleições.

Segundo o "Washington Post" revelou, Sessions realizou duas reuniões com o embaixador russo em Washington, Sergey Kislyak, durante a campanha presidencial, encontros que não foram revelados durante seu processo de confirmação no Senado.

As reuniões aconteceram em julho e setembro, poucos meses antes das eleições realizadas em 8 de novembro, vencidas pelo agora presidente Trump, e no meio de uma tempestade política pela suposta ingerência do Kremlin nas mesmas, através de ataques cibernéticos.

As reuniões foram descobertas através de uma fonte do Departamento de Justiça, órgão liderado por Sessions, e confirmadas por uma porta-voz do secretário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos