Casa Branca divulga foto oficial de Melania Trump

Do UOL, em São Paulo

  • Regine Mahaux/Casa Branca/AFP

A Casa Branca divulgou nesta segunda-feira (3) a foto oficial da primeira-dama dos EUA, Melania Trump.

"Eu me sinto honrada no papel de primeira-dama e espero trabalhar em nome do povo americano nos próximos anos", explicou Melania, casada com Donald Trump desde janeiro de 2005, em um breve comunicado divulgado pela Casa Branca.

A biografia que acompanha a foto inclui, entre outros dados, que Melania Trump, nascida na Eslovênia o 26 de abril de 1970, começou sua carreira de modelo aos 16 anos e que, como tal, apareceu em campanhas "de alto perfil" e trabalhou com alguns dos melhores fotógrafos da indústria.

Por outro lado, o texto também destaca que a "paixão" de Melania Trump pelas artes, arquitetura, desenho, moda e beleza "só pode ser superada por sua dedicação em ajudar aos demais".

Melania "se preocupa profundamente com assuntos que afetam as mulheres e as crianças e centrou sua plataforma como primeira-dama no problema do assédio cibernético entre nossos jovens", conclui a biografia.

Desde o início do mandato de seu marido, em 20 de janeiro, Melania Trump manteve um perfil discreto, com aparições muito pontuais, como a que realizou na semana passada no Departamento de Estado em um ato para reconhecer o trabalho de 13 "mulheres valentes" de diferentes países.

A primeira-dama quis continuar morando na Trump Tower de Nova York até que seu único filho, Barron, termine o ano letivo, quando ambos planejam se mudar à Casa Branca.

A Casa Branca anunciou na semana passada que Stephanie Grisham, atual assessora especial do presidente Trump, será também a diretora de comunicações da primeira-dama.

De acordo com uma pesquisa divulgada no início de março pela CNN, 52% dos americanos têm uma imagem positiva da primeira-dama, uma porcentagem superior do que a de seu marido.

A imagem da primeira-dama é rejeitada por 32% dos americanos enquanto 3% nunca tinham ouvido falar dela, de acordo com essa pesquisa da firma ORC International.

Estes números contrastam com os de seu marido, o presidente mais impopular do último meio século com uma imagem desfavorável de 53% e uma aprovação de apenas 44%, segundo a pesquisa mais recente da ORC International (de 3 de fevereiro). (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos