Bebê que nasceu em voo ganha passagens aéreas grátis para toda a vida

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

Um bebê que nasceu prematuramente durante um voo da Jet Airways no último domingo poderá viajar gratuitamente pela companhia aérea indiana por toda a sua vida. A informação foi divulgada pela própria empresa numa postagem no Twitter em que brinca com o fato.

Cicymol Jose, grávida de 30 semanas, era uma das passageiras do voo que iria de Kochi (Índia) para Damman (Arábia Saudita). Em virtude do parto do menino, o destino foi alterado, e o avião acabou pousando na cidade indiana de Mumbai.

"Querido papai, você não poderia ter ganhado um presente de Dia dos Pais melhor", diz a postagem da Jet Airways no Twitter, brincando com uma possível fala do bebê e com a coincidência de o nascimento ter sido justamente no domingo em que é celebrado o Dia dos Pais em alguns países.

"É incrível como o mundo inteiro está falando sobre minha chegada a bordo de um avião da Jet Airways", completa o "bebê" na nota, antes de agradecer a mãe por "seu espírito indomável", a tripulação que trabalhou no parto e a empresa pelas passagens vitalícias que lhe permitirão "explorar este mundo maravilhoso".

Ao jornal Times of India, o porta-voz da companhia disse que mãe e bebê foram rapidamente levados para o hospital após o pouso e passam bem. A família deles, que mora em Kerala, também foi informada sobre o ocorrido.

O porta-voz ainda elogiou sua equipe de tripulantes "pela resposta e prontidão que os viu traduzir com êxito seu treinamento em ações que salvam vidas" e também expressou sua gratidão à "sra. Wilson, uma paramédica que estava a bordo, por sua orientação".

Uma fonte disse ao jornal Times of India que o bebê nasceu por volta das 8h45 (horário local), 27 minutos antes do pouso da aeronave em Mumbai.

De acordo com a política da Jet Airways, as mulheres têm permissão para viajar na companhia aérea até a 36ª semana de gravidez, desde que recebam um certificado médico indicando que estão aptas para viajar.

Este não foi o primeiro nascimento prematuro durante um voo em 2017. Em abril, uma passageira grávida de 28 semanas a bordo de um avião da Turkish Airlines entrou em trabalho de parto pouco depois de ter partido da capital da Guiné, Conakry. Na ocasião, a aeronave pouso em Burkina Faso, e o bebê também ganhou passagens aéreas vitalícias da companhia turca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos