Governador da Virgínia ataca neonazistas após atropelamento: "vão para casa e levem seu ódio"

Do UOL, em São Paulo

  • Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

    Grupos de extrema-direita e antiracismo entram em confronto em Charlottesville

    Grupos de extrema-direita e antiracismo entram em confronto em Charlottesville

O governador da Virgínia, o democrata Terry McAuliffe, condenou de forma veemente os manifestantes neonazistas e racistas que estiveram no protesto em Charlottesville, na Virgínia, onde entraram em confronto com grupos antirracistas. Um carro chegou a atropelar manifestantes em uma marcha contra os neonazistas, realizada na tarde deste sábado (12), matando uma mulher de 32 anos e deixando 19 feridos.

"Tenho uma mensagem para os nazistas e supremacistas brancos. Vão para casa e não voltem nunca mais. Vocês não são queridos nessa comunidade. Fingem ser patriotas, mas não são nada disso. Patriotas são [os ex-presidentes] George Washington e Thomas Jefferson, que uniram o país. Levem seu ódio e intolerância embora", declarou McAuliffe, dizendo que os Estados Unidos são uma "nação de imigrantes".

IMAGENS FORTES - Carro atropela manifestantes na Virgínia

O discurso de McAuliffe, em entrevista à imprensa, contrastou com a fala de Donald Trump após os protestos e o atropelamento. O presidente americano condenou a violência oriunda de "vários lados", sem citar os neonazistas e racistas, o que gerou críticas de políticos democratas e mesmo republicanas.

Durante sua fala, o governador citou que três pessoas morreram durante o dia, gerando confusão na imprensa norte-americana. Uma das vítimas morreu no atropelamento, mas não ficou claro quem são as outras duas.

Segundo a imprensa do país, o governador pode ter feito uma referência aos dois policiais mortos na queda de um helicóptero próximo ao local dos confrontos, mas não há confirmação de que o acidente tenha alguma ligação direta com os protestos.

O motorista foi preso logo após o crime. Ele foi identificado como James Alex Fields, 20 anos, de Maumee, Ohio, e responderá a acusação de assassinato em segundo grau (intencional, mas não planejado com antecedência). A polícia não divulgou qual teria sido a motivação alegada pelo suspeito para cometer o ataque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos