Coreias vão restabelecer linha telefônica militar direta

Do UOL, em São Paulo

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul acertaram nesta terça-feira restaurar uma de suas linhas telefônicas militar, anunciou um ministro sul-coreano poucos dias depois da reabertura de uma linha civil.

A Coreia do Norte indicou durante as primeiras conversações entre os dois países em mais de dois anos que a linha militar instalada na parte ocidental da fronteira está de novo operacional, informou o vice-ministro sul-coreano da Unificação, Chun Hae-Sung, falando em Seul.

Trata-se da linha destinada a comunicações militares na região em torno do Mar Amarelo (chamado de Mar do Oeste nas duas Coreias) e que, da mesma forma que as demais vias de comunicação entre os dois países, permanecia inutilizada há quase dois anos por decisão do Norte.

"Nosso lado decidiu começar a utilizar a linha telefônica militar a partir de amanhã, às 8h (horário local)", afirmou Chun.

Mais cedo, Coreia do Norte disse que enviará uma delegação de representantes do seu governo aos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados no próximo mês no condado sul-coreano de PyeongChang, segundo uma porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano.

O anúncio foi feito na sessão matinal nas conversas de alto nível, as primeiras em dois anos, que mantêm as duas Coreias na fronteira militarizada que as separa.

Por sua vez, Seul propôs a realização em meados de fevereiro, coincidindo com as festividades do ano novo lunar, uma reunião de famílias coreanas separadas desde a guerra entre os dois países, entre 1950 e 1953, embora Pyongyang ainda não tenha se pronunciado a respeito.

#LigadoNoMundo: Guerra da Coreia? Trump ameaçado? Como o mundo começa 2018

O Ministério da Unificação também confirmou que a Coreia do Norte informou sua intenção de enviar aos Jogos Olímpicos uma equipe de animadores e outra de taekwondo que realizaria exibições durante o evento, embora em nenhum momento mencionou o envio de atletas para competir.

Os patinadores artísticos Ryom Tae-ok e Kim Ju-ik são os dois únicos atletas norte-coreanos classificados para os Jogos de PyeongChang, embora que o Comitê Olímpico Internacional (COI) disse que outros poderiam competir através de um convite, desde que o regime permita a viagem deles.

A Coreia do Sul propôs na primeira rodada das conversas que atletas dos dois países desfilem sob uma bandeira comum nas cerimônias de abertura e encerramento, como já foi feito nas edições anteriores dos Jogos de Verão e Inverno, mas por enquanto, o Norte optou por não aceitar esta proposta.

A participação da Coreia do Norte nos Jogos poderia rebaixar a tensão regional após um ano de 2017 marcado pelos seguidos testes de armas norte-coreanas e o tom beligerante com o qual respondeu ao regime, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Coreia: uma península dividida em dois; entenda

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos