Recuperação de irmãos mantidos em cativeiro será longa e árdua, diz médico

Do UOL, em São Paulo

Falta de exposição à luz do sol, subnutrição e o trauma psicológico devem resultar em um longo período de recuperação para os 13 irmãos que eram mantidos em cativeiro pelos próprios pais em casa na Califórnia e foram libertados na última segunda-feira (15).

Para Donald Kirby, diretor do Centro de Nutrição Humana em Ohio, os irmãos provavelmente receberam baixa quantidade de ferro por causa da alimentação escassa e da falta de vitaminas. A baixa estatura dos irmãos, que têm entre 2 e 29 anos, indicam que esse quadro durou por muitos anos.

"Isso significa que esse processo foi longo. Os nutrientes necessários para o corpo na época do crescimento não foram dados", disse Kirby em entrevista à Associated Press. "Num determinado momento, o corpo trava e você não pode crescer mais. Isso não começou na semana passada, no mês passado ou mesmo no ano passado. Provavelmente aconteceu por um longo tempo."

Veja também

Os pais, David Allen Turpin, 57, e Louise Anna Turpin, 49, foram presos após uma das filhas, de 17 anos, conseguir fugir e chamar a polícia - os agentes imaginaram que ela tinha apenas 10 anos, por causa do corpo pequeno. Eles chegaram à casa, na cidade de Perris, e encontraram alguns dos irmãos amarrados com correntes e cadeados.

Segundo Kirby, a recuperação física e emocional dos irmãos provavelmente será longa e árdua. "Muitas coisas precisarão ser feitas para essas pobres pessoas", ressaltou o médico.

"Irmãos são amigáveis"

O diretor do Corona Regional Medical Center, na Califórnia, Mark Uffer, afirmou que sete irmãos estiveram no hospital na terça-feira (16). "Eles são muito amigáveis. São muito cooperativos, e acho que têm esperança de que a vida deles vai melhorar depois dessa história", disse Uffer à AP.

A polícia disse que alguns dos irmãos, logo após o resgate, relataram estar "famintos". Eles imediatamente receberam comida e bebida. Além da desnutrição, as vítimas estavam muito sujas, segundo os policiais.

Vizinhos do casal também disseram que, nas raras vezes que viram as crianças, elas aparentavam estar fracas e pálidas.

Os pais devem responder por nove casos de tortura e 10 de ameaça infantil. Eles foram convocados a se apresentar em tribunal na quinta-feira, e estão sendo mantidos presos sob fiança de US$ 9 milhões cada. (Com Associated Press)

Polícia encontra 12 irmãos acorrentados nos EUA; 13ª vítima fugiu e pediu socorro

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos