PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Venezuela: governo Guaidó virá buscar ajuda humanitária no Brasil

30.jan.2019 - Líder da oposição venezuelana e autoproclamado presidente Juan Guaidó durante protesto contra Nicolás Maduro em Caracas - Carlos Garcia Rawlins/Reuters
30.jan.2019 - Líder da oposição venezuelana e autoproclamado presidente Juan Guaidó durante protesto contra Nicolás Maduro em Caracas Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Do UOL, em São Paulo

19/02/2019 19h48

Representantes do governo do autoproclamado presidente encarregado da Venezuela, Juan Guaidó, virão ao Brasil para buscar ajuda humanitária cedida pelo governo brasileiro, informou hoje o porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros.

Segundo comunicado do Itamaraty lido à imprensa pelo porta-voz, a ajuda "será disponibilizada em território brasileiro", nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, em Roraima, "para recolhimento pelo governo do presidente encarregado Juan Guaidó, por caminhões venezuelanos conduzidos por venezuelanos."

De acordo com a nota, a ajuda inclui alimentos e remédios, e será disponibilizada a partir deste sábado (23). A operação ocorre em cooperação com o governo americano e envolve, além do Itamaraty, os ministérios da Casa Civil, Defesa, Agricultura, Cidadania, Saúde e o Gabinete de Segurança Institucional.

O Brasil reconheceu Guaidó como governante de fato da Venezuela em 23 de janeiro, horas depois de o então presidente da Assembleia Nacional venezuelana se declarar como "presidente encarregado"

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) já não reconhecia a legitimidade de Nicolás Maduro como mandatário da Venezuela. Maduro assumiu um novo mandato em 10 de janeiro após eleições questionadas pela comunidade internacional e pela oposição venezuelana.

Internacional