PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Senador culpa imigração por ataque na Nova Zelândia, toma ovada e revida

Do UOL, em São Paulo

16/03/2019 20h07

Um senador australiano que responsabilizou o ataque terrorista em duas mesquitas da Nova Zelândia à imigração muçulmana deu um soco em um adolescente de 17 anos depois de tomar uma ovada do jovem em um evento em Melbourne, na Austrália.

Fraser Anning, senador independente ligado à extrema-direita, aparece conversando com jornalistas quando o menino o atinge com um ovo pelas costas. O senador revidou, dando socos no adolescente, que foi jogado no chão por apoiadores de Anning e tomou uma "gravata". Antes de o garoto ser imobilizado, Anning ainda tentou chutar o menor.

O menino, que não foi identificado, foi detido pela polícia e libertado sem acusação. O incidente está sendo investigado pelas autoridades.

O ataque contra o senador foi feito um dia depois de Anning dizer que o ataque à mesquita, que deixou 50 mortos, desperta um "crescente medo de uma maior presença muçulmana" nas comunidades australianas e neozelandesas. No passado, Anning também usou uma linguagem nazista para defender uma "solução final" para combater a imigração muçulmana na Austrália.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, afirmou que os comentários de Anning, culpando a comunidade islâmica pelo atentado, foram "terríveis e feios e não têm lugar na Austrália".

Internacional