PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mansão do século 18 é levada de balsa para outro endereço nos EUA

Mansão é transportada em balsa - Reprodução - 18.set.2019/EastonHouseMove
Mansão é transportada em balsa Imagem: Reprodução - 18.set.2019/EastonHouseMove

Do UOL, em São Paulo

27/09/2019 13h56

Uma residência do século 18 foi transferida de uma cidade a outra nos Estados Unidos. A mudança aconteceu ao longo deste mês e envolveu a mansão Galloway. Ela deixou a cidade de Easton e foi para Queenstown, que ficam a cerca de 80 quilômetros de distância, no estado de Maryland.

A mansão Galloway foi construída entre 1760 e 1764 e era um presente de casamento para William Nicols e Henrietta Maria Chamberlaine Nicols. O casal, que teve quatro filhos, faleceu em 1778. Outros proprietários viveram na residência desde então.

O novo dono do imóvel, Christian Neeley, se apaixonou pela residência, mas não pela localização, segundo o canal ABC. A mansão estava abandonada quando Neeley a comprou por cerca de US$ 500 mil. O processo de traslado custou mais US$ 1 milhão, com um planejamento de quase dois anos.

No trajeto pela água, a velocidade da balsa que transportou a mansão não pôde passar os 8 quilômetros por hora para preservar a estrutura.

Mas, agora, a residência estará perto de uma das filhas do casal Nicols, que teve seu corpo enterrado em Queenstown. "Não foi para um lugar aleatório", disse Neeley sobre a mudança, apontando que, assim, a história do imóvel continuará viva.

Internacional