Topo

Argentinos criam "pixuleco" de Cristina Kirchner e relembram promotor morto

Boneco inflável de Cristina Kirchner é exibido na Argentina - Reprodução/Twitter
Boneco inflável de Cristina Kirchner é exibido na Argentina Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

21/10/2019 11h41

Um boneco inflável da ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, vestida de presidiária apareceu em frente à Faculdade de Direito de Buenos Aires ontem.

No local, ocorreu um debate entre os candidatos à presidência do país. O primeiro turno das eleições na Argentina será no próximo domingo (27).

Ela aparece segurando uma mala cheia de dinheiro em uma das mãos. Também há referência ao político Alberto Fernández, que é candidato a presidente na chapa em que Cristina é vice.

O boneco ainda trazia em seu peito a data "18/01/2015", em referência ao promotor Alberto Nisman, que foi encontrado morto em seu apartamento pouco tempo após acusar Cristina de encobrir os culpados por um atentado terrorista.

O caso é semelhante ao que ocorreu no Brasil em 2015. Na ocasião, foi criada a figura do Pixuleco, que representava o ex-presidente Lula nas manifestações pelo impeachment de Dilma Rousseff, em 2016. O petista apareceu representado por um boneco vestido de presidiário na Avenida Paulista, em São Paulo.

"Pixuleco" foi feito para protestar contra o ex-presidente Lula - Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo
"Pixuleco" foi feito para protestar contra o ex-presidente Lula
Imagem: Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo

Internacional