Topo

Porsche "decola", vai parar dentro de prédio e dois morrem em acidente

Porsche "decola" e bate em casa nos Estados Unidos - Reprodução/Twitter
Porsche "decola" e bate em casa nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

11/11/2019 10h57Atualizada em 11/11/2019 12h32

Um grave acidente deixou duas pessoas mortas na manhã de ontem nos Estados Unidos. Braden DeMartin, de 22 anos, dirigia um Porsche conversível quando perdeu o controle do veículo, que acabou "decolando" e atravessou a parede de uma residência próxima ao local do acidente. No carro também estava seu amigo, Daniel Foley, de 23 anos, que não resistiu e morreu no local.

Segundo reportagem do jornal "Metro", as investigações preliminares apontam que o carro teria batido na faixa central da rua e, na sequência, em um aterro, que teria feito o veículo voar até a casa.

A ex-namorada de Foley fez uma postagem emocionada após ficar sabendo da morte do jovem.

"Eu amei cada átomo e cada molécula que faziam o seu corpo. Eu vou sempre te amar. Nossa relação foi uma das maiores histórias de amor que eu me lembrarei. Obrigado por ter feito parte da minha vida e obrigado por me mostrar o quanto eu podia amar alguém. Apesar de estarmos em caminhos separados por um tempo, eu sempre serei grata a você pelas risadas e pelas lições que aprendi."

Porsche fica destruído após acidente nos Estados Unidos - Reprodução/Twitter
Porsche fica destruído após acidente nos Estados Unidos
Imagem: Reprodução/Twitter

A reportagem também destaca uma homenagem feita por um amigo dos jovens.

"Não posso acreditar que dois dos meus amigos de infância se foram. Eu me lembro de quando nós costumávamos andar de scooter e de bicicleta e não tínhamos problemas ou preocupações. Eu nunca poderia esperar isso."

Especialistas em construção analisaram a propriedade comercial onde o carro "aterrissou" e constataram que o prédio precisará ser demolido por conta dos danos estruturais causados pelo acidente.

Um sargento da policial local identificado como Vincent Padalino explicou que o prédio abriga quatro empresas, sendo uma delas focada em serviços de consultoria e outra em negócios imobiliários.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou a legenda da foto, o acidente ocorreu nos Estados Unidos, e não na Inglaterra. A informação foi corrigida.

Internacional