PUBLICIDADE
Topo

Satélites captam do espaço imagens de incêndios na Austrália

Incêndio em Bateman Bay, na Austrália, no dia 31 de dezembro, foi captado pelo satélite Sentinel 2 - Reprodução/Twitter/Copernicus EMS - Sentinel 2/ESA
Incêndio em Bateman Bay, na Austrália, no dia 31 de dezembro, foi captado pelo satélite Sentinel 2 Imagem: Reprodução/Twitter/Copernicus EMS - Sentinel 2/ESA

Do UOL, em São Paulo

02/01/2020 21h35

Os incêndios na Austrália, que já deixaram ao menos 18 pessoas mortas, foram captados por imagens de satélites localizados no espaço — tudo visível a milhares de quilômetros de distância do solo.

O fogo se alastra de tal forma que as autoridades deram, na manhã de hoje, prazo de 48h para que milhares de pessoas abandonem zonas turísticas da costa sudeste do país.

Algumas imagens foram captadas por satélites da Nasa e divulgadas no Twitter. Outras imagens foram captadas pelo Sentinel-2, um satélite do Programa Copernicus, da Agência Espacial Europeia.

O motivo da evacuação é a ameaça de uma onda de calor prevista para o fim de semana, que pode provocar o avanço dos incêndios.

Desde o início da temporada de incêndios, que se iniciou em setembro, mais de 1,3 mil casas foram destruídas pelas chamas e 5,5 milhões de hectares foram devastados — área superior aos territórios de Dinamarca e Holanda.

A situação levou a manifestações que pedem ao governo medidas imediatas contra o aquecimento global que, segundo os cientistas, é responsável pela maior intensidade e maior tempo de duração dos incêndios.

Com informações da AFP

Internacional