PUBLICIDADE
Topo

Eleições nos EUA: Bloomberg paga outdoors para trollar Trump

Michael Bloomberg e Donald Trump, candidatos à presidência dos Estados Unidos - KENA BETANCUR/AFP
Michael Bloomberg e Donald Trump, candidatos à presidência dos Estados Unidos Imagem: KENA BETANCUR/AFP

Do UOL, em São Paulo

25/02/2020 11h14

O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, candidato nas disputas primárias do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, pagou por outdoors para trollar o presidente Donald Trump, que disputará a reeleição.

De acordo com a People, os outdoors foram colocados na semana passada em áreas de Las Vegas e Phoenix e tiram sarro do republicano de diferentes maneiras. "O muro de Donald Trump caiu", diz um deles, fazendo referência a uma parte do muro na fronteira com o México que caiu em janeiro devido aos fortes ventos.

"Donald Trump trapaceia no golfe. Mike Bloomberg não" e "Donald Trump come carne queimada. Mike Bloomberg gosta da sua mal passada" são outros exemplos.

Bloomberg, de 77 anos, tem a oitava maior fortuna do mundo, segundo a revista Forbes, estimada em em US$ 54 bilhões (cerca de R$ 228 bilhões).

"Me proponho a ser presidente a fim de derrotar Donald Trump e reconstruir os EUA. Acredito que meu conjunto único de experiência em negócios, governo e filantropia me permitirá ganhar e liderar", escreveu no Twitter.

Ele gastou cerca de US$ 15 milhões para impulsionar sua campanha política no Google. Porém, ao invés de divulgar suas próprias plataformas, o bilionário investe na divulgação de termos como "impeachment", "mudanças climáticas" e "controle de armas".

Bloomberg prometeu usar até US$ 1 bilhão de seu próprio bolso na tentativa de derrubar Donald Trump.

Internacional