PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Moscou fecha bares, restaurantes e parques por uma semana

O presidente russo Vladimir Putin visita infectados pelo coronavírus em hospital em Moscou - Alexey DRUZHININ / SPUTNIK / AFP
O presidente russo Vladimir Putin visita infectados pelo coronavírus em hospital em Moscou Imagem: Alexey DRUZHININ / SPUTNIK / AFP

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 10h15

Os russos não parecem estar muito preocupados com o coronavírus, mesmo que o país já tenha mais de 840 casos e três mortes até o momento.

Mas para evitar que a covid-19 se alastre, o governo de Moscou determinou o fechamento de restaurantes, lojas e parques a partir do dia 28 de março valendo até o dia 5 de abril.

"As restrições introduzidas hoje são sem precedentes na história moderna de Moscou e criarão muitos inconvenientes para a vida cotidiana de todas as pessoas", disse o prefeito Sergey Sobyanin. "Mas acredite, elas são absolutamente necessárias para retardar a propagação de infecção por coronavírus e reduzir o número de casos".

Mercados, farmácias e restaurantes com serviço de entrega poderão funcionar normalmente.

As autoridades também pedem para que as pessoas não participem de cerimônias religiosas nesse período.

Apesar do aumento do número de casos nas últimas 24 horas, o governo russo se mantém otimista. O presidente Vladimir Putin afirmou que o número de casos é relativamente baixo, se levado em consideração o fato de que a Rússia faz fronteira com a China, primeiro epicentro da doença.

Coronavírus