PUBLICIDADE
Topo

EUA: Jovem precisou se despedir da mãe com coronavírus por walkie-talkie

Elijah Ross-Rutter, de 20 anos, precisou se despedir da mãe com coronavírus via walkie-talkie - Reprodução/CNN
Elijah Ross-Rutter, de 20 anos, precisou se despedir da mãe com coronavírus via walkie-talkie Imagem: Reprodução/CNN

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 12h14

Uma mulher de 42 anos, mãe de seis filhos, moradora de Washington (EUA), morreu após contrair o coronavírus. Elijah Ross-Rutter, de 20 anos, um dos filhos de Sundee Rutter, disse que eles precisaram se despedir dela via walkie-talkie, já que o contato não era permitido — eles só podiam vê-la através de uma janela de vidro do quarto do hospital.

"É um momento pelo qual ninguém quer passar. Eu disse a ela que a amava. Disse a ela que tudo ficaria bem com as crianças", disse ele à CNN. Sundee criava os filhos sozinha desde que o pai deles morreu, em 2012.

"Nós, irmãos mais velhos, vamos garantir que tudo esteja bem com eles e que eles cresçam e se tornem adultos que minha mãe gostaria que eles fossem."

Sundee lutou contra um câncer de mama em estágio 3 e havia sido declarada livre da doença em janeiro, após ser submetida a cirurgia e radioterapia. "Estávamos começando a nos sentir inteiros de novo ... Depois que isso aconteceu, foi apenas trágico", lamentou o jovem.

Ross disse que seu irmão de 24 anos assumirá a custódia de seus outros irmãos, e eles planejam ficar juntos como uma família.

Uma vaquinha virtual foi feita para ajudar a família. A meta era arrecadar US$ 350 mil (cerca de R$ 1,8 milhão), mas até esta manhã US$ 367.943 já haviam sido doados.

Coronavírus