PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Após críticas, vice-presidente dos EUA aparece de máscara em público

30.abr.2020 - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, durante visita à fábrica de respiradores da General Motors - Reprodução/MSNBC
30.abr.2020 - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, durante visita à fábrica de respiradores da General Motors Imagem: Reprodução/MSNBC

Do UOL, em São Paulo

30/04/2020 15h54Atualizada em 30/04/2020 17h04

Depois de ser criticado por não usar máscara durante visita a uma clínica, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, foi visto hoje com o EPI (equipamento de proteção individual) enquanto fazia um tour por uma fábrica de respiradores da General Motors, segundo divulgado pela CNN.

Ontem, Pence apareceu sem máscara na Clínica Mayo, em Minnesota, na fronteira com o Canadá, violando a política de segurança do estabelecimento. Hoje, sua esposa Karen disse que ele só foi informado da necessidade do EPI depois de ir embora.

A clínica estabelece que "todos os pacientes e visitantes devem usar a máscara em meio à pandemia do novo coronavírus".

Questionado por jornalistas sobre por que não usou o EPI, Pence justificou que, como vice-presidente, faz "testes para o coronavírus regularmente", bem como todos ao seu lado.

A resposta indica que o vice-presidente está seguindo as orientações do governo norte-americano, de que a máscara só é necessária para quem está infectado. "Já que eu não tenho o coronavírus, pensei que seria uma boa oportunidade de ir para lá, falar com pesquisadores e funcionários da saúde e agradecê-los", completou.

Coronavírus