PUBLICIDADE
Topo

África ultrapassa 100 mil casos do novo coronavírus, diz Centro de Controle

16.abr.2020 - Governo do Quênia, na África, anunciou que multará pessoas que andarem sem máscara na rua - Billy Mutai/Anadolu Agency via Getty Images
16.abr.2020 - Governo do Quênia, na África, anunciou que multará pessoas que andarem sem máscara na rua Imagem: Billy Mutai/Anadolu Agency via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/05/2020 14h56

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças da África informou que o continente ultrapassou o número de 100 mil casos do novo coronavírus. Mais de 3.100 pessoas morreram da covid-19 em todo o continente, que tem uma população de 1,3 bilhão de pessoas.

John Nkengasong, diretor do centro, espera que o país consiga conter o aumento das transmissões da covid-19 e, apesar de vários países terem aderido ao lockdown, não considera que o continente foi "poupado".

Apesar da situação aparente de controle na região, Mike Ryan, chefe de emergências da Organização Mundial de Saúde, alerta que na semana passada quatro países tiveram um aumento de 100% nos casos.

Além disso, o continente ainda faz poucos testes e não se tem dimensão do impacto do vírus em pessoas desnutridas em campos de refugiados, por exemplo, alertou Ryan. Ainda segundo ele, o perfil mais jovem da população africana não reduz os riscos de transmissões do vírus.

A África do Sul, país com mais de 19 mil casos da covid-19, tem realizado testes com mais frequências e registrou o maior número de casos da região.

No pior cenário, pesquisadores projetam que o continente pode chegar a 3 milhões de infectados e mais de 300 mil mortes.

*Com informações da Reuters

Coronavírus