PUBLICIDADE
Topo

Governador de NY diz que protestos podem trazer de volta o coronavírus

Um manifestante encara um policial durante um protesto após a morte do afro-americano George Floyd - Caitlin Ochs/Reuters
Um manifestante encara um policial durante um protesto após a morte do afro-americano George Floyd Imagem: Caitlin Ochs/Reuters

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 13h47

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou hoje que os protestos raciais contra a violência policial nos Estados Unidos podem causar o retorno do coronavírus.

As manifestações contra a morte de George Floyd, que começaram em Minneapolis, chegaram a Nova York na semana passada.

Segundo Cuomo, os protestos "poderiam estar infectando centenas e centenas de pessoas, depois de tudo o que fizemos".

Apesar da preocupação, Cuomo divulgou dados otimistas em relação ao controle da pandemia. Atualmente, o estado de Nova York, que já foi um dos epicentros da doença no mundo, atinge os níveis mais baixos de internação por conta da covid-19.

Enquanto isso, os Estados Unidos enfrentam uma onda de protestos há uma semana por conta da morte de George Floyd.

Floyd morreu depois de uma abordagem policial. Um dos agentes ficou ajoelhado sobre o seu pescoço por mais de 8 minutos. O vídeo da abordagem rodou o mundo, iniciando a onda de protestos.

Coronavírus