PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

EUA: Autoridades federais revisarão investigações de morte de homens negros

13.jun.2020 - Manifestante pede justiça para Robert Fuller, um jovem negro cujo corpo foi encontrado pendurado em uma árvore em Palmdale, na Califórnia - Ringo Chiu/Reuters
13.jun.2020 - Manifestante pede justiça para Robert Fuller, um jovem negro cujo corpo foi encontrado pendurado em uma árvore em Palmdale, na Califórnia Imagem: Ringo Chiu/Reuters

Do UOL, em São Paulo

16/06/2020 10h05

As autoridades federais dos Estados Unidos revisarão as investigações locais das mortes de dois homens negros que foram encontrados enforcados na Califórnia.

As autoridades locais disseram que não há evidências de crime nas mortes de Robert Fuller, de 24 anos, em Palmdale, e Malcolm Harsch, 38, em Victorville, e as primeiras indicações apontam para o suicídio, mas os xerifes prometeram continuar investigando os casos.

Uma petição para uma investigação completa da morte de Fuller tem milhares de assinaturas. Seu corpo foi encontrado pendurado em uma árvore em 10 de junho.

Ontem, Alex Villanueva, xerife do condado de Los Angeles, que cobre Palmdale, disse em uma entrevista coletiva que as autoridades farão uma investigação "completa". "Queremos garantir que não deixaremos pedras sobre pedra", declarou.

As pessoas que participaram ontem de um encontro com Villanueva expressaram preocupações de que os dois homens possam ter sido linchados. Eles pediram aos investigadores que estudem a possibilidade de que crimes de ódio foram cometidos.

Malcolm Harsch foi encontrado enforcado em uma árvore em um acampamento para moradores de rua no dia 31 de maio. A causa da morte também foi apontada como um provável suicídio, mas a família também pede uma investigação mais detalhada.

Segundo a agência AP, autoridades informaram que o FBI, a promotoria dos EUA no Distrito Central da Califórnia e a Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos EUA estão monitorando as investigações dos xerifes do condado de Los Angeles e do condado de San Bernardino.

* Com AFP

Internacional