PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
8 meses

Visitantes de Brasil, EUA e Rússia devem ser barrados na Europa, diz NYT

Medidas seriam parte de plano de reabertura da Europa - Cristina Arias/Cover/Getty Images
Medidas seriam parte de plano de reabertura da Europa Imagem: Cristina Arias/Cover/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/06/2020 15h46

A União Europeia deve barrar a entrada de visitantes de Brasil, Estados Unidos e Rússia como medida de combate à pandemia do novo coronavírus.

A informação foi divulgada hoje pelo site do jornal The New York Times (NYT), que afirmou ter tido acesso a "esboços de listas de viajantes aceitáveis". O veto faria parte de medidas do bloco europeu para reabrir fronteiras e reaquecer a economia local.

"Essa perspectiva, que colocaria visitantes americanos com russos e brasileiros como indesejáveis, é um duro golpe para o prestígio americano no mundo e um repúdio ao enfrentamento do vírus por parte do presidente (Donald) Trump nos Estados Unidos, que tem mais de 2,3 milhões de casos e mais de 120 mil mortes, mais do que qualquer outro país", descreveu o jornal.

Hoje, a Europa discute duas listas de visitantes com entrada proibida, com base no combate à covid-19. A relação colocaria países como China, Uganda, Cuba e Vietnã entre os países com visitantes com entradas aceitáveis na Europa.

O próprio NYT lembra que viajantes de fora da União Europeia estão sendo barrados desde março, salvo exceções. A nova lista, porém, manteria determinadas origens proibidas após reabertura do bloco. As viagens de fora devem ser liberadas a partir de 1º de julho.

A publicação lembra que, em março, Trump vetou a chegada aos EUA de viajantes oriundos da Europa, acenando com a possibilidade de uma liberação no começo de junho. No entanto, o NYT evita falar em represália, caso aprovado o veto europeu, e diz que a possível medida "reflete parcialmente o padrão de mudança da pandemia".

Coronavírus