PUBLICIDADE
Topo

Turista está há 110 dias "preso" no aeroporto de Manila devido à pandemia

Romam Trofimow, da Estônia, está "preso" há 110 dias no aeroporto de Manila, nas Filipinas, devido à pandemia do novo coronavírus - Reprodução/Viral Press
Romam Trofimow, da Estônia, está "preso" há 110 dias no aeroporto de Manila, nas Filipinas, devido à pandemia do novo coronavírus Imagem: Reprodução/Viral Press

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 10h59

Um turista da Estônia que foi a Manila a passeio está preso há 110 dias no aeroporto da capital filipina devido à pandemia do coronavírus.

Romam Trofimow chegou à cidade no dia 20 de março, vindo de Bangcoc, mas foi impedido de entrar no país porque, na data, a emissão de vistos de entrada já estava suspensa.

Ele diz ainda que teve o passaporte retido antes de chegar à imigração, o que o impediu de conseguir um voo de volta para a Tailândia pela companhia com a qual ele viajava, a AirAsia.

Trofimov foi aconselhado a esperar até que as restrições impostas às viagens terminassem. O que ainda não aconteceu. Ele pediu ajuda à embaixada da Estônia nas Filipinas, mas o órgão não conseguiu um voo para repatriá-lo.

"Minha saúde está piorando por causa da má nutrição, falta de sol e de ar fresco. Eu não tenho escolha, mas ir a público pedir que compartilhem a história com as agências de notícias", disse em entrevista ao canal ERR, da Estônia.

Trofimov conta que é deficiente e se vê como "um prisioneiro". Ele está dormindo em um quarto de hotel do aeroporto e está se alimentando graças às doações dos funcionários. A situação ganha mais um fator de complicação: ele diz que como não recebeu o visto de entrada, só pode deixar o país em um voo da companhia que o trouxe.

"Eles pegaram meu passaporte e só me devolverão se eu embarcar em um voo para a Estônia. Mas eles (a AirAsia) não voam para a Estônia, eles não voam com frequência para nenhum lugar", disse ele, que já teve quatro possíveis datas de viagens desmarcadas. As informações são da edição britânica do jornal Metro.

Internacional