PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
7 meses

Manifestantes negros armados marcham nos EUA contra morte de Breonna Taylor

Siga o UOL no

Do UOL, em São Paulo*

26/07/2020 02h36

Um grupo de manifestantes negros fortemente armados realizou uma marcha neste sábado (25) em Louisville, no estado de Kentucky, nos Estados Unidos, exigindo justiça por Breonna Taylor, uma mulher negra que foi morta em março por policiais que invadiram seu apartamento.

Dezenas de manifestantes, portando rifles e espingardas semiautomáticas e trajando uniforme paramilitar preto, caminharam em formação até um cruzamento, onde a polícia teve que separá-los de um grupo menor de pessoas que eram contrárias à marcha.

Os manifestantes armados fazem parte da milícia negra NFAC, sigla de Not Fucking Around Coalition, que exige a aceleração da investigação da morte de Breonna, uma técnica de medicina negra de 26 anos.

"Se vocês não nos falam nada, pensaremos que vocês não estão fazendo nada", disse o líder da NFAC, John "Grandmaster Jay" Johnson, durante discurso, de acordo com o Louisville Courier Journal.

Um policial envolvido na morte de Breonna foi demitido pelo departamento de polícia de Louisville em junho. Dois outros policiais foram afastados e cumprem funções administrativas.

(* com informações da Reuters)

Siga o UOL no

Internacional