PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Danos na embaixada do Brasil foram mínimos, diz representante do Itamaraty

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 19h21

A embaixada do Brasil em Beirute, no Líbano, fica a poucos quilômetros da zona portuária da cidade, atingida hoje por uma explosão de grandes proporções. Ainda assim, o endereço diplomático brasileiro sofreu, "aparentemente", poucos danos.

A informação foi divulgada por Roberto Salone, encarregado de negócios do Itamaraty no Líbano. Em entrevista à Globonews, Salone anunciou que as primeiras informações dão conta apenas de uma janela danificada na embaixada.

"Os relatos que recebemos agora à noite dos funcionários do complexo de embaixadas — onde fica a embaixada do Brasil, que divide a embaixada com outros postos de outros países — são de que os danos foram mínimos. Aparentemente, e isso vou checar amanhã, só houve uma janela danificada", contou.

"Agora, os danos para funcionários brasileiros foram significativos. Boa parte da equipe diplomática do Brasil mora na região central de Beirute. Hoje, todos nós sentimos essa reverberação violenta que afetou todos os nossos apartamentos", acrescentou.

Salone descreveu "uma explosão muito grande" e pensou inicialmente se tratar de um terremoto. A hipótese logo foi descartada.

"Logo depois percebi que não era quando a janela do meu quarto se dobrou como se fosse um papel. Vimos a extensão dos danos, muito significativos. Aqui na vizinhança, pude constatar fachadas destruídas. As estruturas de prédios, aparentemente, não foram afetadas. Asfalto e calçadas estavam repletas de cacos de vidro. Moro perto de um hospital e houve uma procissão de ambulâncias nos minutos posteriores a esta explosão. Foi uma cena bastante inesquecível", acrescentou o diplomata.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil anunciou não ter relatos de cidadãos brasileiros entre os mortos ou os graves feridos pela explosão. No entanto, a esposa de um militar brasileiro se feriu.

"A única pessoa que se feriu com alguma gravidade foi a esposa do nosso adido de defesa, que está sendo cuidada neste momento. Esperamos que os ferimentos não tenham sido graves", informou Salone, que confia na investigação a ser feita pelas autoridades locais.

"O que tem sido divulgado até o momento leva a crer que seja uma explosão decorrente de um acidente. Então, nós estamos aguardando as conclusões das investigações do governo libanês. O Brasil apoia essas investigações, temos uma relação tradicional, consolidada, e acreditamos que as autoridades libanesas serão capazes de apurar em um prazo muito exíguo o que teria acontecido que levou a essa tragédia", afirmou.

Internacional