PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Polícia dos EUA atira em homem negro na frente dos filhos

Do UOL, em São Paulo

24/08/2020 09h38Atualizada em 24/08/2020 15h28

A polícia da cidade de Kenosha, no estado norte-americano de Wisconsin, atirou em um homem negro pelas costas enquanto ele caminhava em direção ao seu carro. O incidente, que aconteceu ontem, foi filmado e compartilhado nas redes sociais.

O advogado Benjamin Crump, especializado em direito civil, afirmou que os três filhos do homem estavam dentro do carro quando ele foi baleado.

De acordo com a CNN, o homem é Jacob Blake, de 29 anos. Nas imagens, ele aparece se afastando dos policiais. Quando ele abre a porta do carro, um policial agarra sua camiseta e começa a atirar várias vezes. É possível ouvir sete disparos no vídeo.

Em nota, o Departamento de Polícia de Kenosha afirmou que Blake recebeu socorro e foi levado ao Hospital Froedtert, onde permanece em estado grave.

A polícia local ainda explicou a situação informando que um policial se envolveu em um tiroteio quando estava respondendo a um incidente doméstico.

Protestos

O governador de Wisconsin, Tony Evers, se pronunciou sobre o que aconteceu com Jacob Blake. Em publicações no Twitter, ele citou os casos de George Floyd e Breonna Taylor para ressaltar que apoia os movimentos que buscam "justiça, equidade e responsabilidade pelas vidas negras" dos Estados Unidos.

"Embora não tenhamos todos os detalhes ainda, o que sabemos com certeza é que ele não é o primeiro homem negro ou pessoa a ser baleada, ferida ou impiedosamente morta nas mãos de indivíduos que fazem cumprir a lei em nosso estado ou país", escreveu Evers.

"E nos opomos ao uso excessivo da força e à escalada imediata quando nos envolvemos com os negros do Wisconsin", acrescentou o governador.

Também nas redes sociais, o advogado Benjamin Crump afirmou que os três filhos de Blake estavam dentro do carro quando ele foi baleado.

"Eles viram um policial atirar em seu pai. Eles ficarão traumatizados para sempre. Não podemos permitir que os policiais violem seu dever de nos proteger. Nossos filhos merecem o melhor", escreveu.

Durante a noite, Kenosha foi cenário de protestos: manifestantes enfrentaram policiais, de acordo com imagens publicadas pelo Milwaukee Journal Sentinel. A cidade declarou um toque de recolher noturno. A Divisão de Investigação Criminal do Departamento de Justiça de Wisconsin investigará este tiroteio.

Internacional