PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

EUA: Chefe da diplomacia, Pompeo anuncia que testou negativo para covid-19

Mike Pompeo, secretário de Estado americano - Mark Wilson/Getty Images/AFP
Mike Pompeo, secretário de Estado americano Imagem: Mark Wilson/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo*

02/10/2020 07h09

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, afirmou hoje que testou negativo para o novo coronavírus, depois que o presidente Donald Trump anunciou que foi infectado e entrou em quarentena.

"Me sinto fantástico", disse Pompeo à imprensa pouco antes de chegar a Dubrovnik, na Croácia, a última escala de sua viagem pela Europa.

Pompeo contou que fez o teste quatro vezes nas últimas duas semanas - a última delas, hoje de manhã, no avião que o levou à cidade de Dubrovnik.

Ele disse ainda que não se reúne com o presidente desde 15 de setembro, quando foram assinados, na Casa Branca, acordos para restabelecer as relações entre Israel, Emirados Árabes Unidos e Bahrein.

Trump informou nesta madrugada nas redes sociais que ele a esposa, a primeira-dama Melania, foram diagnosticados com a covid-19.

"Esta noite, Melania e eu testamos positivo para covid-19. Começaremos nosso processo de quarentena e recuperação imediatamente. Vamos superar isso juntos", escreveu o republicano, que concorre à reeleição.

Em seu perfil, Melania disse se sentir bem e que já cancelou todos os próximos compromissos. O casal entrou em processo de quarentena.

"Como muitos americanos fizeram este ano, Donald Trump e eu estamos em quarentena em casa após teste positivo para covid-19. Estamos nos sentindo bem e adiei todos os próximos compromissos. Por favor, certifique-se de que você está ficando seguro e todos nós passaremos por isso juntos", afirmou.

Trump havia declarado mais cedo que se submeteu a um teste de detecção da covid-19, após uma de suas assessoras, Hope Hicks, testar positivo para a doença. Hope é considerada uma das principais conselheiras do presidente e costuma viajar sempre com o mandatário.

Os Estados Unidos são o país mais atingido no mundo pela pandemia de coronavírus, com 7,2 milhões de casos e 207 mil mortes, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

* Com informações da AFP

Internacional