PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
6 meses

Trump diz que pegar covid-19 foi 'benção de Deus' e ataca China

Após passar 3 dias internado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acena e faz "joinha" de varanda da Casa Branca - Nicholas Kamm/AFP
Após passar 3 dias internado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acena e faz "joinha" de varanda da Casa Branca Imagem: Nicholas Kamm/AFP

Do UOL, em São Paulo

07/10/2020 19h28

Em vídeo divulgado hoje, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou sobre sua infecção pelo novo coronavírus e disse que "pegar a covid-19 foi uma benção de Deus". Segundo médico da Casa Branca, o presidente está há 24h sem sintomas. Trump também fez ataques à China e afirmou que o país asiático vai 'pagar um preço alto'.

Trump também elogiou um coquetel de anticorpos experimentais que recebeu e os atribuiu à sua rápida recuperação depois de quatro dias no hospital. "É uma cura. Não me sentia tão bem e, 24 horas depois, estava ótimo". Ele prometeu disponibilizar de graça a medicação feita pela companhia Regeneron para todos os americanos que lutam contra a covid-19.

Trump anunciou na última sexta-feira (2) que apresentou resultado positivo para o novo coronavírus. Inicialmente, teve sintomas leves e cumpriu isolamento na Casa Branca. No entanto, ao manifestar febre, cansaço e falta de ar, foi levado ao hospital militar. "Eu poderia ter ficado na Casa Branca, mas o médico recomendou que eu fosse e eu concordei", afirmou Trump no vídeo de quatro minutos.

Entretanto, o médico oficial da Casa Branca, Sean Conley, já confirmou que o presidente precisou ser submetido a oxigênio suplementar em alguns períodos. No domingo (4), ele admitiu que o estado de Trump esteve pior do que divulgado a princípio.

"Vírus chinês"

No vídeo, Trump também atacou a China: "Eles vão pagar um preço alto. Isso [o covid-19] é culpa da China. Lembrem-se disso". Não é a primeira vez que o presidente dos Estados Unidos culpa o país asiático pelo novo coronavírus. Na edição virtual da ONU, Trump usou seu discurso para enfatizar que a epidemia começou por culpa da China.

"Estamos enfrentando uma batalha furiosa contra um inimigo invisível, o vírus chinês, que levou incontáveis vidas em 188 países", disse Trump. Para o presidente, a China não avisou corretamente o mundo sobre a transmissão comunitária no início da pandemia e ainda criticou o fato de o país oriental cancelar voos domésticos, enquanto manteve voos internacionais.

Internacional