PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Coreia do Sul: Incêndio atinge prédio de 33 andares e deixa feridos

Prédio é engolido pelo fogo na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul -  Yonhap via Reuters
Prédio é engolido pelo fogo na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul Imagem: Yonhap via Reuters

Do UOL, em São Paulo

09/10/2020 08h47

Dezenas de pessoas foram hospitalizadas depois que um incêndio atingiu vários andares de um prédio na noite de ontem na cidade de Ulsan, Coreia do Sul. Até o momento não houve registro de mortes.

O incêndio começou no prédio de 33 andares por volta das 23h (horário local), mas as chamas ainda podiam ser vistas nesta manhã.

Fotos do local mostram uma fumaça preta nos últimos andares do edifício. Segundo a CNN, citando o Corpo de Bombeiros, 91 pessoas foram encaminhadas ao hospital por ferimentos leves, como inalação de fumaça e escoriações. Setenta e sete pessoas foram resgatadas do prédio e outras 82 foram evacuadas para um hotel próximo, de acordo com o Ministério do Interior e Segurança do país.

Ainda não se sabe onde o incêndio começou e qual foi a causa dele. Para as autoridades, a rápida resposta dos bombeiros — eles chegaram ao local cinco minutos após receberem a primeira ligação — evitou que uma tragédia ainda maior ocorresse.

Ventos fortes estimularam as chamas e dificultaram a extinção completa do fogo. Pela manhã, 200 bombeiros vasculhavam o prédio andar por andar.

O primeiro-ministro sul-coreano, Chung Sye-kyun, agradeceu às equipes de emergência e aos bombeiros da cidade e expressou solidariedade aos afetados.

Internacional