PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Eleição nos EUA: partido de Trump coloca urnas falsas na Califórnia

Partido Republicano da Califórnia (EUA) admitiu ter instalado mais de 50 urnas falsas de votação  - Getty Images
Partido Republicano da Califórnia (EUA) admitiu ter instalado mais de 50 urnas falsas de votação Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/10/2020 14h22Atualizada em 14/10/2020 14h28

A pouco menos de um mês das eleições, marcadas para o dia 3 de novembro, o partido Republicano da Califórnia (EUA) admitiu ter instalado mais de 50 urnas falsas de votação em cidades do estado, uma iniciativa que as autoridades locais classificaram como ilegal e uma fraude eleitoral.

"Seja tecnicamente legal ou não, é extremamente problemático para os eleitores", disse à CNN Rick Hasen, professor de direito na Universidade da Califórnia.

Ele acrescentou que as urnas não autorizadas "não eram seguras" e que o partido republicano estava "pedindo por problemas".

O Partido Republicano da Califórnia, segundo a emissora, diz ter feito isso como parte de um esforço honesto para coletar as células e entregar às autoridades.

Democratas criticação ação

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, o procurador-geral e o secretário de estado — todos democratas — condenaram a prática e enviaram cartas para que o partido remova as caixas até amanhã.

Newsom disse que o incidente provou que os republicanos "mentiriam, trapaceariam e ameaçariam nossa democracia para ganhar o poder", sem fornecer evidências de que o Partido Republicano planejava adulterar as cédulas. Os republicanos, por sua vez, negam qualquer irregularidade e acusam os democratas de hipocrisia.

Segundo a CNN, o escritório do procurador-geral, Xavier Becerra, informou estar "preparado para agir para fazer cumprir a lei estadual, caso seja necessário".

Votação por correio

A pandemia do coronavírus fez com que a votação pelo correio despertasse grande atenção dos americanos, mas o presidente Donald Trump, candidato à reeleição, e seu partido passaram meses colocando em xeque a integridade das cédulas por correio.

A Califórnia está enviando cédulas a todos os eleitores registrados este ano. Os eleitores podem devolver suas cédulas pelo correio ou depositá-las nas urnas oficiais.Segundo a CNN, existem dispositivos contra fraudes no processo para garantir que as cédulas sejam preenchidas pelo eleitor certo e que as urnas sejam protegidas contra adulteração.

* Com Ansa

Eleições Americanas