PUBLICIDADE
Topo

Internacional

26 pessoas são resgatadas seminuas no Texas; suspeita é de tráfico humano

Isolamento da polícia na área do crime, suspeitas começaram após refém fugir e gritar "sequestro" pelas ruas - Reprodução/Twitter/@houstonpolice
Isolamento da polícia na área do crime, suspeitas começaram após refém fugir e gritar 'sequestro' pelas ruas Imagem: Reprodução/Twitter/@houstonpolice

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/12/2020 11h16

Policiais da cidade de Houston, no estado norte-americano do Texas, libertaram 26 pessoas de uma casa após atenderem a um chamado de sequestro na noite de ontem. Os reféns estavam seminus, e a principal suspeita das autoridades é que eles eram vítimas de um esquema de tráfico de pessoas. Os resgatados foram abrigados em uma escola local, e receberam roupas de vizinhos para se vestir.

A suspeita do crime começou após um homem escapar do local e, apenas de cueca, gritar a palavra "sequestro" enquanto corria pelas ruas. Os policiais, então, deram ouvidos ao homem desesperado, e foram ao local em que ele afirmou ter sido mantido em cativeiro.

Ao chegar na casa, a operação de resgate foi tranquila. O principal susto dos oficiais foi descobrir que, além do rapaz que denunciou o crime, mais 25 pessoas eram mantidas lá. Todos os reféns estavam seminus, nem todos foram amarrados e estavam presos por algemas. Apenas uma das vítimas era mulher.

A repórter Jessica Willey do canal televisivo KTRK publicou um vídeo do resgate no Twitter. Veja:

Alguns dos resgatados disseram à polícia que estavam no cativeiro por, no máximo, uma semana. Segundo o canal televisivo ABC 13, investigadores disseram que as vítimas foram "capturadas" em Brownsville, também no Texas, e vieram de países como México, Honduras, El Salvador e Cuba.

"Merd** acontecem nessa região em que minha irmã vive, estou rezando por eles", escreveu um internauta que postou cenas do exame policial nas vítimas.

As vítimas não estavam feridas, e foram levadas para o ginásio de uma escola local para passar a noite. A principal suspeita dos investigadores é que os resgatados sejam vítimas de um esquema de tráfico de pessoas.

Um possível articulador do crime foi detido com um revólver em mãos, informou o site local Houston Chronicle. A polícia local disse ainda que estão aguardando os funcionários da imigração para iniciar a investigação do caso.

Internacional